Solução definitiva do problema é algo meio complicado
diz secretário de Infraestrutura ponte que liga Santo Antônio de Jesus à cidade de Muniz Ferreiira 0



Últimos Comentários



Enquete


Blog

Cultura e Arte

0 15:06 - 26 de Ago // Laiane Santos | Cultura e Arte

Linda de Morrer (Exibição em 2D)

SESSÃO: 20:30

Comédia/1h30/12 anos   

Sinopse

A cirurgiã plástica Paula (Glória Pires) aplica em si mesma uma fórmula experimental para eliminar celulites e morre. Com a ajuda de um amigo psicólogo/médium, ela volta à Terra e tenta evitar que a gananciosa sócia coloque o nocivo produto no mercado.

Ted 2 (Exibição em EM 2D) Lançamento

Sesões: 18:20 - 20:40

Comédia/1h55 /14 Anos   

Sinopse

Completamente apaixonado, Ted (voz de Seth MacFarlane) decide se casar com Tami-Lynn (Jessica Barth). Entretanto, não demora muito para que o casal entre em crise. Querendo evitar um possível divórcio, Ted resolve ter um filho. Tami-Lynn logo fica empolgada com a ideia, o que faz com que o casal inicie uma busca sobre quem poderia ser o doador de esperma ideal para o bebê. Seu grande amigo John (Mark Wahlberg) o ajuda na tarefa, mas logo Ted descobre que não pode ter um filho porque, legalmente, ele não é uma pessoa, e sim uma propriedade. Começa então uma batalha judicial em que o urso de pelúcia tenta provar que merece ser considerado um cidadão como qualquer outro ser humano.

 

 Missão Impossível (EXIBIÇÃO EM 2D)

SESSÃO: 18:10

Ação/2h12/12 anos  

 

Sinopse

Ethan Hunt (Tom Cruise) descobre que o famoso Sindicato é real, e está tentando destruir o IMF. Mas como combater uma nação secreta, tão treinada e equipada quanto eles mesmos? O agente especial tem que contar com toda a ajuda disponível, incluindo de pessoas não muito confiáveis....

Carrossel (EXIBIÇÃO EM 2D)

SESSÃO: 16:20

Aventura/1h30/Livre   

 

Sinopse

Em férias, os alunos da Escola Mundial viajam para o acampamento Panapaná, pertencente ao avô de Alícia. Lá eles participam de uma gincana organizada pelo senhor Campos, que faz o possível para que as crianças se divirtam a valer. Entretanto, a chegada de González agita o local, já que ele representa uma incorporadora que pretende comprar o terreno do acampamento para transformá-lo em uma fábrica poluidora. Para atingir seu objetivo, González e seu fiel parceiro Gonzalito usam de todos os artifícios possíveis, inclusive sabotar o acampamento e difamar Campos.

0 21:27 - 29 de Ago // Vagner Santos | Cultura e Arte

Em um salão de beleza em Medellín, qualquer cabeleireira sabe de quem estamos falando quando alguém menciona "Pablo". As sériesNarcos, que acaba de estrear no Netflix (também em sua versão latino-americana) e Club de Cuervos, uma criação mexicana e a primeira em espanhol produzida pela plataforma online, demonstram o poder que a América Latina tem para contar histórias.

Quando falamos de Narcos, até o The New York Times entendeu: é uma série "irresistível" que fala de Pablo Escobar, o traficante de drogas colombiano que se tornou uma lenda macabra, mas sedutora para o público. A série começa nos anos setenta, quando Pablo Escobar, ainda jovem, começou a construir seu império. Ele sonhava que a cocaína que produzia e distribuía algum dia teria seu nome. "Cocaína Escobar". A ficção conta também o rastro de violência e dor que tomou conta da Colômbia em uma espiral da qual ainda está se recuperando.

Narcos é uma história contada a partir do ponto de vista de um agente da DEA, a agência antidrogas dos EUA. O brasileiroJosé Padilha, responsável pela ficção, confessa que se inspirou no clássico Os Bons Companheiros, o filme de Martin Scorsese, para produzir a série. A história não é para estômagos sensíveis: conta como Pablo Escobar, que na década de oitenta foi eleito deputado na Colômbia, conseguiu se infiltrar nos mais altos escalões do poder.

0 22:00 - 28 de Ago // Jacyra Barreto | Cultura e Arte

O Balé Folclórico da Bahia encerra a temporada nacional de sua turnê, com apresentação única do espetáculo Herança Sagrada - A Corte de Oxalá, no dia 4 de setembro. A apresentação acontece no Teatro Castro Alves, no Campo Grande, às 21 horas, com ingressos a R$ 40 e R$ 20.

Ainda em 2015, a programação da única companhia profissional de dança folclórica do País em atividade inclui turnês na América do Sul e África. A temporada nacional tem patrocínio de O Boticário na Dança.(ATarde)

0 20:25 - 28 de Ago // Jacyra Barreto | Cultura e Arte

A banda Legião Urbana vai voltar para shows em outubro para celebrar os 35 anos. Segundo oescritor Marcelo Rubens Paiva, em seu blog, os remanescentes do grupo, o baterista Dado Villa-Lobos e o baterista Marcelo Bonfá, vão se apresentar com André Frateschi, o novo vocalista da banda, que terá a missão espinhosa de substituir Renato Russo - morto em 1996.

O grupo vai se apresentar em outubro, no Rio de Janeiro, e ainda terá na formação o guitarrista Lucas Vasconcellos, o baixista Mauro Berman e o tecladista Roberto Polo. O último show da Legião foi com Wagner Moura nos vocais, em um especial de 2012 para a MTV.(ATarde).

0 18:37 - 28 de Ago // Jacyra Barreto | Cultura e Arte

Salvador será uma das cidades brasileiras a reunir eventos pela comemoração dos 120 Anos de Amizade Japão-Brasil, que será celebrada em 5 de novembro.

Em agosto, quando os japoneses comemoram o Bon Odori, a capital baiana terá uma programação especial no IX Festival da Cultura Japonesa. O evento, que acontece neste sábado, 29, e domingo, 30, no Parque de Exposições, espera receber 35 mil pessoas nos dois dias de realização.

Na programação, apresentações de artes marciais, grupos de dança, corais, música, oficinas e diferentes opções da gastronomia típica. Além disso, haverá exposições sobre o enriquecimento cultural, agropecuário e tecnológico, trazido por imigrantes japoneses e representados por descendentes ao longos dos anos.

0 16:40 - 27 de Ago // Laiane Santos | Bahia

O cardiologista baiano e ex-presidente da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), Jadelson Andrade, lança neste domingo (30), durante congresso promovido pela Sociedade Europeia de Cardiologia, em Londres, na Inglaterra, a versão em inglês de seu livro “Tratado de Prevenção Cardiovascular – Um Desafio Global”. Responsável pelo primeiro Tratado de Prevenção Cardiovascular editado no Brasil, Andrade conta, nesta entrevista ao Bahia Notícias, como surgiu o convite de publicá-lo internacionalmente e sobre a importância do feito para a cardiologia brasileira e baiana.  “Lançar este livro no maior encontro de cardiologia do mundo, para a cardiologia brasileira, é muito relevante. Para a cardiologia baiana, muito relevante também, pois capitaneou todo esse processo”. O especialista também revela situações preocupantes sobre o ramo da saúde cardiovascular no Brasil: o país não possui tradição em prevenção de doenças do coração, gasta demais com tratamento para enfermidades cardiovasculares e a oferta por estes procedimentos é bem menor que a procura por eles. Jadelson Andrade ainda revela que a cardiologia brasileira precisa olhar mais atentamente para quatro grupos específicos: mulheres, crianças, adolescentes e população de baixa renda e ainda comenta sobre a importância de se estabelecer uma forte política de prevenção. “Foi através destes programas que alguns países conseguiram reduzir em 30%, 40% em mortalidade de doenças do coração. É uma coisa simples. Precisa de vontade, de força do governo. Pelo tamanho do país, não há como se fazer ações de forma isolada, é preciso que haja uma força-tarefa no Brasil, coordenada pelo Ministério da Saúde, que entenda a importância que tem isso, para prevenir e mudar o universo da prevenção cardiovascular no Brasil”, afirmou. (Bahia Notícias)

0 14:33 - 24 de Ago // Laiane Santos | Cultura e Arte

O SESC de Santo Antônio de Jesus proporcionou neste último domingo, dia 23/08/2015, o Projeto “SESC COMUNIDADE” em parceria com a ADECORTE, PSF Bairro São Paulo e SAJ Cartório. As ações do Sesc Comunidade foram desenvolvidas na Praça do CIRETRAN, onde aconteceram atividades educativas, através da estante de leituras da Biblioteca Sesc; Ações recreativas com jogos populares, atividades lúdicas com o palhaço Jenipapo, ações esportivas, vacinação, avaliação nutricional e bucal  além de atividades culturais por meio de exposição de história em quadrinhos, dramatização e orientações sobre os mosquitos transmissores da Dengue, Chikungunya e Zica-vírus . Os serviços ofertados pelo Sesc Comunidade não pararam por ai. A Instituição propiciou ainda ações na área de saúde com aferição de pressão, pintura de desenhos e orientações em saúde. As ações do Sesc Comunidade visam contribuir para a melhoria da qualidade de
vida dos moradores das comunidades santo-antonienses .  A próxima etapa desse projeto acontecerá na URBIS 2, com data a ser confirmada.
Leve o Sesc para sua Comunidade! 
Entre em contato pelo telefone (75) 3162-1711 / 3162-1700.

0 13:39 - 24 de Ago // Laiane Santos | Cultura e Arte

Começou na última sexta-feira 21, e vai até a próxima quinta feira dia 27 de Agosto a I Jornada Cultural do município de Santo Antônio de Jesus. O evento acontece durante sete dias com o tema: Revitalizando a Cultura Popular.

O evento tem o intuito de oferecer diversidade de manifestações culturais possibilitando a integração de varias linguagens de arte e de cultura do município e da região.  

As apresentações serão dividas entre a Praça da Biblioteca e a Praça Renato Machado.  Entre as inúmeras atrações programadas já se apresentou fanfaras, dança Afro, samba de enxada, desfile de pérolas negras, show de percussão com Zé Pretinho e capoeira. A partir desta segunda feira 24, o evento será deslocado para a Praça Renato Machado, onde vai ocorrer à participação da Animoteca - Biblioteca itinerante e a presença de Mãe Stela de Oxóssi onde fará uma roda de conversas no dia 26 na câmara de vereadores, ainda na oportunidade Mãe Stela irá receber o titulo de cidadã santo-antoniense.

 De acordo com a secretária Zeliane Santos é de grande importância a participação popular durante a jornada de cultura de Santo Antônio de Jesus.  “É um evento direcionado a toda população e aberto aos artistas da terra, é uma grande oportunidade para mostrarem seus trabalhos”, destacou. (Ascom)

0 23:57 - 21 de Ago // Vagner Santos | Cultura e Arte

Há vinte e seis anos morria Raul Santos Seixas considerado um dos pioneiros do rock brasileiro. Sua obra musical é composta por dezessete discos lançados em 26 anos de carreira.

Raul Santos Seixas nasceu em Salvador numa família de classe média; o pai era engenheiro e a mãe dona de casa.

Em 1963 fundou a banda The Panters, que se tornou a sensação de Salvador. A fama se espalhou, e a banda foi rebatizada pelo nome Os Panteras.

Em 1968, já no Rio de Janeiro, Raulzito e Os Panteras gravaram o primeiro e único disco, que foi um fracasso.

Abalado, Raul voltou para Salvador onde passava o tempo inteiro trancado no quarto lendo filosofia. Nessa época conheceu um diretor da CBS Discos que lhe ofereceu uma segunda chance. Raul trabalhou anonimamente por um bom tempo produzindo e compondo para cantores da jovem guarda.

0 20:07 - 21 de Ago // Jacyra Barreto | Cultura e Arte

O espetáculo de dança "Tirania das Cores", criado e orientado pelo coreógrafo espanhol Asier Zabaleta, entra em cartaz de 3 a 5 de setembro, no Teatro Vila Velha, com apresentações de quinta a sábado, às 20h. Fruto da segunda residência artística promovida pelo Núcleo Viladança, a mostra terá abertura do espetáculo “Demolições - La petit mort”, com Thiago Cohen. Com elenco formado por cinco intérpretes-criadores, "Tirania das Cores" é uma "viagem cromática dançada", na qual se põe em evidência a influência que as cores têm na vida das pessoas. Já "La Petit Mort", primeiro desdobramento da passagem de Zabaleta em Salvador, é uma reflexão sobre o tempo e fala sobre os momentos da vida em que é preciso romper para construir, acabar algo para começar de novo. O texto tem direção de Cohen. Os ingressos custam R$ 20 e R$ 10 e estão à venda na bilheteria do Vila Velha.
Serviço
O QUÊ: Espetáculo "Tirania das Cores" com abertura de "Demolições (La Petite Mort)"
QUANDO: Quinta a sábado, 3 a 5 de setembro, às 20h
ONDE: Sala principal do Teatro Vila Velha
QUANTO: R$ 20 e R$10  (Bahia Notícias).

0 18:33 - 20 de Ago // Jacyra Barreto | Cultura e Arte

A edição deste final de semana da Feira da Cidade será ainda mais especial. O cantor e compositor Gerônimo volta ao Pelourinho no domingo (23) para apresentar uma versão reformulada de "O Pagador de Promessa", show que realizou durante os dez anos de ocupação da Escadaria do Passo, no Carmo, com o projeto Terça da Benção. Aberta ao público, a apresentação acontece em frente à Catedral, no Terreiro de Jesus, às 17h, e não faltarão no repertório clássicos da música baiana como “É d’Oxum”, “Eu sou Negão”, “Agradecer e Abraçar”, “Menino do Pelô”, “Jubiabá” e “Dandá”. O evento integra a programação da edição Salvador - África, da Feira da Cidade, que será realizada no sábado (22), das 11h às 18h, e domingo (23), das 9h às 18h, e contará ainda com a participação do Tambores do Mundo com Marcos Costa, cantor do bloco afro Ilê Aiyê.(Bahia Notícias).

0 17:55 - 20 de Ago // Laiane Santos | Cultura e Arte

Aconteceu na manhã desta quinta-feira (20) no Ginásio de Esportes de Santo Antônio de Jesus, a Primeira Amostra de Folclore na cidade. Um evento que abrange a sociedade santo-antoniense em diferentes faixa etária, reuniu hoje com muita alegria e animação, Greice Passos, gerente do Serviço de Convivência do Espaço Criar, diz que vem sendo desenvolvido através da unidade e do gestor da idade oficinas de Caratê, Capoeira, dança, canto, música e artesanato. “Estamos aqui demonstrando esse serviço.” disse.

A mesma menciona que esse evento tende a fortalecer o vínculo com a comunidade, pois leva os pais a estar participando das atividades dos filhos, fazendo com que tanto crianças e adolescentes quanto idosos se sintam mais valorizados, é capaz de reanimar pessoas com quebra de vínculos familiares, trabalho infantil e situações que comprometem o autoestima.

Afirma que até o final do ano será realizado outros eventos com essa finalidade, inclusive as apresentações serão apresentadas na Primeira Jornada de Cultura no período dos dias 21, 22, 23 e 24 em frente da biblioteca.

0 17:35 - 20 de Ago // Jacyra Barreto | Cultura e Arte

Quando se pensa em A Doce Vida (1960), de Federico Fellini, que estreia nos cinemas em cópia restaurada em digital, vem à mente aquela que é uma das mais famosas cenas da história do cinema - Anita Ekberg, de vestido longo escuro, na Fontana di Trevi, sob o olhar atordoado de Marcello Mastroianni. Anita, no papel da temperamental atriz Sylvia, tornou-se a mulher mais desejada do mundo. O termo Paparazzo, apelido de um dos personagens, virou sinônimo de fotógrafo sensacionalista. O próprio título, La Dolce Vita, consolidou-se como logotipo verbal para o tipo de vida veloz, charmosa, superficial, e, talvez, autodestrutiva que se anunciava no começo dos anos 1960.
A Doce Vida é tudo isso e muito mais. Há quem a considere "a" obra-prima de Fellini, destronando até mesmo o imbatível 8 1/2. Fato é se 8 1/2 refaz a formidável descida do cineasta a seu mundo interior, La Dolce Vita prefigura o início de uma época, da "sociedade do espetáculo", expressão que o francês Guy Debord cunhou apenas alguns anos depois. Tudo está lá, da sequência inicial com a estátua do Cristo carregada por um helicóptero ao estranho monstro marinho que aparece na praia no final de uma farra do personagem principal. Tudo define uma época e prefigura o que vem a seguir.

0 16:43 - 20 de Ago // Laiane Santos | Cultura e Arte

A cultura de Santo Antônio de Jesus está crescendo sua forma. Zeliane, a secretária de cultura afirma que lei da do Sistema de Cultura da cidade está sendo construída, tendo a mesma como fundamental para edificação do Plano Municipal de Cultura após ter passado pelo processo jurídico e gestor do município. È um documento norteador para promover o progresso da cultura.

A secretária explica que o Plano é um planejamento para ser direcionado à sociedade, “Esse hoje é o nosso maior empenho, fechar a lei do sistema, que nós já estamos discutindo com o conselho, já amarramos e agora nós estamos mandando para o jurídico, e em seguida a gente começa a construção do Plano Municipal de Cultura.” afirmou Zeliane.

A mesma disse que a 1ª Jornada Cultural de Santo Antônio de Jesus tem início nesta quinta-feira (21) indo até o dia 02 de setembro, que será exposto os produtos confeccionados pela Quinta do Artesanato, os stands serão montados em frente à biblioteca municipal a partir de amanhã, merecendo todo apoio e respeito da sociedade. Será feito a exibição do filme produzido pelo Aprovado sobre o comércio da cidade. O evento será aberto à diversos tipos de cultura, com a presença da fanfarra da Escola Municipal Hercília, grupos de capoeira, Hip Hop, baterias, exposição de quadros dentre outras artes culturais.

Os artistas são voluntários, não acarretando nenhum custo, a secretária sente-se muito agradecida com a colaboração dos artistas, menciona que algumas senhoras da zona rural do município que se dispusera a fazer apresentação de Roda de Enxada. Menciona que é de grande importância a presença da sociedade, “Dentro da nossa simplicidade, mostrando tudo de grandioso que a nossa Santo Antônio tem.” disse.

Quanto aos vendedores que comercializam na Praça da Biblioteca, Zeliane nomina como um tipo de cultura, embora esteja certa de que precisa ser feito uma padronização, em questão de organização e higiene. Uma representante do Candomblé de Salvador se fará presente no evento por dois dias, a mesma irá palestrar sobre cultura e disponibilizará uma biblioteca com livro educacionais que poderão ser utilizados nas escolas, não haverá apresentação da religião.Será realizada também a exposição de quadros de Lobinho que estará arrecadando fundos para ajudar a uma criança doente.

Zeliane afirma que estão abertas as oportunidades para as pessoas divulgarem seus talentos culturais durante o evento. Convida aos jovens também a prestigiar todas exposições e apresentações.

0 23:58 - 14 de Ago // Vagner Santos | Cultura e Arte

A cultura também pode fazer parte da cesta básica do brasileiro. Desde a implementação do Vale-Cultura, que comemora dois anos em agosto, os beneficiários do programa – criado pelo Ministério da Cultura (MinC) – têm acesso a R$ 50, depositados mensalmente como crédito em um cartão magnético, para serem gastos, exclusivamente, em serviços e bens culturais.

Assim, os contemplados pelo benefício podem usar essa verba em estabelecimentos associados ao programa (são 38.964 empresas recebedoras, as que aceitam o Vale-Cultura) para comprar ingressos para espetáculos – como apresentações musicais, de dança, teatro e circo –, para assistir filmes no cinema ou visitar museus. O crédito, que é cumulativo e não tem prazo de validade, também pode ser usado na aquisição de CDs, DVDs, livros, revistas, jornais e instrumentos musicais. Além disso, cursos de artes, audiovisual, dança, circo, fotografia, música, literatura ou teatro podem ser pagos com o Vale-Cultura. A iniciativa é voltada, preferencialmente, para quem ganha até cinco salários mínimos por mês.

0 19:26 - 12 de Ago // Jacyra Barreto | Cultura e Arte

Um sonho antigo das entidades carnavalescas de matriz africana pode estar próximo de se tornar realidade. Durante uma audiência na tarde desta quarta-feira (12), na Governadoria, o músico baiano Carlinhos Brown, acompanhado do presidente do Olodum, João Jorge, apresentou ao governador Rui Costa um projeto para que o circuito do Carnaval voltado para o desfile de blocos afros seja realizado na área do Centro Administrativo da Bahia.

O espaço contaria com arquibancadas de acesso gratuito, circuito de blocos, palcos, praça de alimentação, camarotes e toda a estrutura para transmissão da festa em redes de televisão. “Gostamos muito da ideia, vamos iniciar estudos de viabilidade econômica do projeto e ver de que forma o Estado pode apoiar, para que essas entidades tenham um lugar onde consigam mostrar toda a sua beleza”, disse o governador.

Para Carlinhos Brown, o projeto, que também é defendido pelo Olodum e Ilê Aiyê, não compete e nem vai interferir no desfile dos outros blocos nos circuitos tradicionais. “Eles vão continuar desfilando, mas esse espaço permitirá que as nossas entidades tenham suas alegorias, fantasias e coreografias valorizadas e mostradas para o mundo, além de mais conforto para o público”, disse o artista. A vontade do cantor e compositor baiano é que a novidade já seja implantada para o Carnaval de 2016.

O anúncio quase foi feito na manhã desta quarta, em primeira mão, na Rádio Metrópole, duarante a entrevista do secretário de Cultura da Bahia, Jorge Portugal. Questionado sobre os projetos do Carnaval, Portugal brincou e disse que estava com a língua coçando, mas não podia falar das novidades. “Hoje de tarde tem uma reunião por isso. Precisa sim dar uma oxigenada nesse modelo. [...] Está sendo pensada uma terceira vertente. Um carnaval cultural. Mas é só isso que eu posso dizer”.(Metro1).

0 23:34 - 31 de Jul // Vagner Santos | Cultura e Arte

Da República Velha e a política do café com leite à Nova República com a geração Coca-Cola, que saiu às ruas para depor o presidente Fernando Collor. Luciana Worms e Wellington Costa nos convidam a conhecer a história do Brasil do século XX por meio de 176 canções populares.

Através de gravações do tempo do gramofone, do long-play (LP) e do MP3, eles nos conduzem a um passeio por documentos sonoros que entraram para a história e ficaram na lembrança afetiva dos brasileiros por muitos carnavais. Com habilidade, os autores mostram que os diversos gêneros musicais se confundem com os períodos históricos que atravessamos no século XX. É assim que surgem o samba-exaltação nos anos 30, o samba-canção do pós-guerra, a canção de protesto dos anos 60 e a explosão do rock a partir da década de 80.

0 00:11 - 27 de Jul // Vagner Santos | Cultura e Arte

Entra em cartaz hoje em diversas salas pelo país afora, o filme “Campo de Jogo”, de Eryk Rocha.

Em São Paulo, no Espaço Itaú de Cinema do Shopping Frei Caneca.

Não é exatamente um filme, ou melhor, é mais que um filme, é uma poesia sobre futebol.

Retrata com imagens pouco vistas nas telas o campeonato de favelas do Rio de Janeiro.

Esqueça o discurso de que é um filme sobre o verdadeiro futebol. Mas saiba que ao vê-lo você não apenas entenderá por que o futebol desperta tanta paixão. Mais: você sentirá por quê.

0 20:00 - 20 de Jul // Laiane Santos | Brasil

A animação brasileira "O Menino e o Mundo" e o documentário "O Sal da Terra", dirigido por Wim Wenders e pelo brasileiro Juliano Ribeiro Salgado, foram escolhidos os melhores em suas categorias na 2ª edição do Prêmio Platino, em cerimônia neste sábado (18) na cidade de Marbella, no sul da Espanha.

Mas o grande vencedor da noite foi a co-produção espanhola e argentina "Relatos Selvagens", que ganhou oito dos dez prêmios a que foi indicados, incluindo de melhor filme de ficção ibero-americano, além de melhor direção, melhor atriz, melhor roteiro, melhor trilha sonora, direção de som, montagem e direção de arte.

Concorriam a melhor filme o cubano "Conduta"; o espanhol "A Ilha Mínima"; "Mr. Kaplan", co-produzida por Espanha e Uruguai, e a co-produção entre Venezuela, Peru e Argentina, "Pelo Malo".
Um dos produtores do filme, Agustín Almodóvar, dedicou o prêmio a seu irmão Pedro Almodóvar e a Esther García, co-produtora do longa.

O diretor do filme, Damián Szifrón, ganhador do prêmio de melhor diretor, agradeceu novamente a seus familiares e companheiros neste laureado longa-metragem.
O prêmio foi entregue pelo ator americano de origem mexicana Edward James Olmos e o intérprete português Joaquím de Almeida.
O longa ganhou o Prêmio do Público no festival de cinema de San Sebastián de 2014, e foi indicado a melhor filme estrangeiro no Oscar deste ano.
Estruturado em torno de seis curtas que narram histórias independentes carregadas de intriga, comédia e violência, "Relatos Selvagens" bateu recordes de bilheteria na Argentina e obteve uma notável recepção em todos os países em que foi exibido. (Uol)

0 14:16 - 19 de Jul // Laiane Santos | Cultura e Arte

Um casarão antigo localizado na Praça Cairu, no Centro Histórico de Salvador, que corre o risco de desabar, será transformado em um museu dedicado à música brasileira. A informação foi confirmada na última sexta-feira (17) pelo secretário municipal de Cultura e Turismo, Érico Mendonça. Além deste imóvel, outros três também irão virar espaços culturais. Dois vão funcionar como anexos do novo museu e outro vai abrigar o Arquivo Público Municipal de Salvador. 

"A nossa proposta é fazer um museu da música brasileira, relacionando a música baiana com a nacional. Temos um histórico musical bastante importante, desde o nascimento do samba, passando pelo tropicalismo, pela bossa bova e depois pelo axé. E Salvador e a Bahia participaram desses movimentos", afirmou o secretário ao portal G1.

Os imóveis serão desapropriados pela prefeitura e passarão por diversas intervenções. A arquitetura original será preservada. De acordo com o secretário, o investimento previsto é de R$ 40 milhões e a expectativa é de que as obras sejam concluídas em um prazo de 20 meses. (Metro1)

0 18:51 - 17 de Jul // Laiane Santos | Cultura e Arte

Quando a Marvel Comics nasceu, sua empresa-mãe, a editora Magazine Management, estava perto de morrer. Era o início da década de 1960 e a indústria dos quadrinhos estava na maior pindaíba. O editor Stan Lee apostava em uma coleção de personagens criados por ele e alguns colegas para estancar a hemorragia nos lucros da editora. E, a partir daquele momento, ela usaria a marca "Marvel Comics" – em vez de Timely, Atlas ou Zenith – para lançar esses novos nomes. São eles: Homem de Ferro, Doutor Estranho, Homem-Aranha, Quarteto Fantástico, X-Men, Hulk, Thor e, entre vários outros, o excêntrico Homem-Formiga.

Criado por Lee, em parceria com Jack Kirby e Larry Lieber, a primeira aparição do super-herói foi na revista Tales of Astonish #35, lançada em 1º de setembro de 1962.

Mais de cinco décadas depois, e embora nunca tenha sido tão lembrado quanto seus colegas, o personagem ainda está vivo: nesta semana, ele estreia em sua primeira versão cinematográfica. Homem-Formiga é dirigido por Peyton Reed e protagonizado por Paul Rudd.

Aqui estão cinco curiosidades sobre o personagem que você deve saber antes de ir ao cinema ver o filme – e uma para depois de vê-lo.

1. Ele não é um herói comum.

Dr. Hank Pym, cientista genial, cria as "partículas Pym". A tecnologia o permite fazer um uniforme que lhe dá o poder de diminuir (e muito) em tamanho e aumentar (e muito) a força para combater o crime. Ele também pode controlar formigas por um aparelho. Assim nasceu o Homem-Formiga (que, em alguns momentos, também atendeu pelos nomes Gigante, Golias, Vespa, Jaqueta Amarela).

"O Homem-Formiga sempre foi um azarão", conta Sean Howe, autor da biografia Marvel Comics: A História Secreta (Editora LeYa, 2013), em entrevista ao Brasil Post. "Até Stan Lee se sentia constrangido com o personagem."

Complexo, com ressentimentos e arrependimentos, Pym é bipolar, já tomou Prozac, teve dificuldades de tocar sua vida de herói, cientista e pai de família. Já chegou a bater em sua esposa, a vingadora Vespa, num acesso de instabilidade emocional – algo que seus fãs, até hoje, não perdoaram.

Mas isso não impede que o posto de Homem-Formiga seja um legado. Pym não foi o único a assumir o posto do herói, com o passar dos anos. O doutor transferiu seu uniforme para Scott Lang – cuja estreia foi em Marvel Premiere #47, em 1979, com a capa acima –, cientista e ladrão escolhido pelo próprio Pym para dar continuidade às atividades do Formiga. Não diferente de seu mentor, Lang também tem suas dificuldades. "Ambos carregam vergonha", explica Howe. No caso de Lang, por ser ladrão para ajudar no sustento da família e sua filha pequena Cassie, que tinha uma doença de coração.

O ex-agente da agência S.H.I.E.L.D. Eric O'Grady é o terceiro a assumir o posto de Homem-Formiga. Ele roubou de um amigo e colega de trabalho morto em operação um protótipo do uniforme de Pym. O'Grady o usa em benefício próprio. Mente e manipula para conseguir o que quer, e até seduz mulheres valendo-se de seu status.

Desde janeiro deste ano, Scott Lang é o protagonista do gibi mensal Ant-Man, nova aventura do herói em gibi. Os roteiros são de Nick Spencer e a arte de Ramon Rosanas.

2. Ele ajudou a fundar os Vingadores...

Em Avengers #1 (capa acima), gibi de estreia do grupo de super-heróis, Hulk se mete numa enrascada: quer impedir a explosão de dinamites em um trilho de trem. No entanto, as dinamites são ilusões de Loki, irmão e arqui-inimigo de Thor. O herói do martelo mágico entra em contato com o Homem de Ferro, a Vespa e o Formiga para salvar o gigante verde.

E eles conseguem. Contentes com o resultado, eles percebem que trabalham bem em grupo e decidem se unir em um. Quando tentavam decidir um nome, Vespa diz: "Devia ser algo colorido e dramático, como 'Vingadores' ou...". Homem-Formiga bate o martelo: "'Ou', nada! É isso mesmo! Os Vingadores!"

Foi assim que o antológico conjunto heróis da Marvel foi formado. Lembra do filme Vingadores: Era de Ultron, lançado neste ano? Nos gibis, o robô Ultron é uma invenção do Formiga, embora no filme seja do Homem de Ferro.

3. ... E a salvar a Marvel do buraco também.

O pacotão de personagens deu certo e a criação da Marvel Comics conseguiu tirar a empresa da grande dificuldade que ela vivia.

4. A Guerra Fria influenciou em sua criação.

Assim como o Capitão América, a tecnologia que permitiu o surgimento do Homem-Formiga surgiu na disputa científica entre Estados Unidos e União Soviética durante a Guerra Fria.

Enquanto o super-soro do Capitão é quase roubado por nazistas, "o Formiga é confrontado por soviéticos em busca de uma fórmula imunizante de radioatividade", diz Howe.

"Logo, ele luta contra inimigos do lado de trás da Cortina-de-Ferro, como Camarada X. Mais tarde, é revelado que sua primeira esposa, uma dissidente política húngara, é assassinada por comunistas, o que só intensifica essas batalhas."

5. Não foi fácil fazer esse filme.

Segundo o livro de Howe, na década de 1980, Stan Lee tentou emplacar um projeto de adaptação para cinema de Homem-Formiga, mas a empreitada foi ladeira abaixo quando a Disney lançou, em 1989, Querida, Encolhi as Crianças, que tinha diversas similaridades com a proposta de Lee.

Aproximadamente 20 anos depois, os cineastas ingleses Edgar Wright (Scott Pilgrim contra o Mundo) e Joe Cornish (Ataque ao Prédio) estavam à frente de uma nova tentativa. Ambos escreveriam o roteiro, enquanto Wright seria o diretor.

De lá para cá, o Marvel Studios nasceu, lançou os filmes que formam seu "universo cinemático" e Wright e Cornish foram tocando outros projetos. Os direitos de adaptação voltaram à Marvel, que já faturava bilhões de dólares com seu estúdio de cinema e TV. Depois de muitas revisões de roteiro, a contratação de Paul Rudd como protagonista, e muita, muita expectativa dos fãs, um balde de água fria: Wright pediu demissão por causa de diferenças criativas com os executivos do estúdio. Ambas as partes não conseguiram se alinhar para fazer o filme. O aguardado Homem-Formiga de Edgar Wright, com seu estilo excêntrico, hilário e recheado de referências à cultura pop, não ia acontecer.

No fim desse novelão de quase três décadas, Peyton Reed (Sim Senhor) foi contratado para dirigir o filme. Adam McKay (O Âncora: A Lenda de Ron Burgundy) e o próprio Rudd revisaram o roteiro novamente. A dupla de ingleses ficou com créditos na trama e no roteiro. Wright, por sua vez, também foi creditado como produtor-executivo. E só assim um filme do Homem-Formiga tornou-se realidade – e apenas hoje.

Mas não se preocupe: o filme de Reed é tão divertido quanto o que já vimos da Marvel no cinema. Você encontra nele cenas de ação bem elaboradas, atuações eficientes e boas risadas. Assista ao trailer acima para conhecer a sinopse e ter ideia de como ele é. Michael Douglas(Dr. Hank Pym), Evangeline Lilly (Hope van Dyne), Corey Stoll (Darren Cross) e Michael Peña (Luis) estão no elenco. (Braasil Post)

 

0 10:39 - 16 de Jul // Vagner Santos | Cultura e Arte

A Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) aprovou nesta terça-feira (19) projeto de lei que reconhece o caráter educacional e formativo da capoeira e autoriza escolas públicas e privadas da educação básica a celebrarem parcerias com entidades que congreguem mestres e profissionais de capoeira para ensinar a seus alunos essa prática esportiva e cultural.

Ainda segundo o PLS 17/2014, de autoria do ex-senador Gim Argelo, que integrou a bancada do Distrito Federal na legislatura passada, o ensino de capoeira deve ser integrado à proposta pedagógica.

0 09:44 - 16 de Jul // Nadia Santos | Cultura e Arte

No dia 19 de julho, a partir das 15 horas, a Praça Silvestre Evangelista em Santo Antônio de Jesus contará com uma intervenção artística, na qual estará inserida a primeira Batalha de rimas da região. O evento é uma manifestação cultural de caráter coletivo, popular, aberto e gratuito, que possui a finalidade de promover a integração e celebração sociocultural, como também a divulgação e propagação da produção artística local em suas múltiplas linguagens e formatos.

O Coletivo Quinta Esquina, grupo que organizou a ação, é formado por mobilizadores culturais residentes na cidade e que atuam na região do Recôncavo Baiano promovendo eventos relacionados à cultura Hip-Hop, desde intervenções na rua a apresentações em escolas. A ideia principal proposta pelo Coletivo é a de reunir e conscientizar pessoas sobre a importância dos diversos diálogos possíveis sobre a cultura hip-hop e seus manifestos: Dança, Dj, Grafite, Mc e Conhecimento. (Laiana Vieira)

0 23:41 - 14 de Jul // Vagner Santos | Cultura e Arte

A vitória dos jovens Lucas e Orelha no programa-concurso SuperStar, da TV Globo, realizado no último domingo (12), vem gerando uma série de comentários de ódio e preconceituosos nas redes sociais.

Com 17 e 19 anos, os cantores tiveram sua vitória contestada pelo simples fato de serem negros e baianos por meio de comentários que chegavam a comparar a conquista da dupla à vitória da presidenta Dilma Rousseff nas últimas eleições. Eles venceram, na final, a banda Scalene, composta por cantores loiros e com um ar “internacional”.

0 15:11 - 09 de Jul // Laiane Santos | Cultura e Arte

O brasileiro Felipe Camargo gravou, em Toronto, uma participação na segunda temporada da série “Sensitive Skin”, exibida pela HBO no Canadá. De acordo com informações da colunista Patricia Kogut em O Globo, o ator será o namorado brasileiro de Davina, personagem de Kim Cattrall, que interpretou Samantha em "Sex and the city". Davina é uma mulher de meia idade que, ao tentar redirecionar sua vida, entra em contato com seus sentimentos, dúvidas e desejos. Ela é casada com Al (Don McKellar) e vive em um condomínio super moderno em um bairro tradicional de Nova Iorque. Apesar de ser bem sucedida, Davina não está feliz e começa a questionar suas escolhas e seu lugar no mundo. A série ainda não tem previsão de estreia no Brasil.  (Bahia Notícias)

0 00:05 - 07 de Jul // Vagner Santos | Cultura e Arte

Produzidos por cineastas independentes “Dividocracia” e “Catastroika” expõem a louca lógica de sistema que impõe “austeridade” e “ajustes fiscais” às sociedades, enquanto alimenta cada capricho da aristocracia financeira

Faltando poucas horas para o referendo que irá decidir o destino da Grécia, os veículos de comunicação internacionais se unem ao grito da União Europeia e FMI pela recuo da população grega. Contra a manipulação da mídia, o Guerrilha separou dois documentários importantes para entender de quem é a culpa da crise grega.

Imagine que o seu país, esquecido por décadas, de repente vira o assunto da semana em todo o mundo. Líderes de várias nações se posicionam e a grande mídia ocidental encabeçada pelos veículos de comunicação norte-americanos começam a falar sobre. Seu país enfrenta uma grave crise, e precisa decidir em poucos dias qual será o seu destino. A escolha fica nas mãos da própria população, que terá pela frente um referendo com duas simples opções: Sim ou Não. A pressão é grande. De um lado, você fica angustiado por saber quem são os culpados por tudo isso, e cansado, quer dizer não para mais décadas de sofrimento e austeridade. Por outro, você não para de ouvir na grande mídia o desastre que seria caso não votasse pelo Sim: perderia seu dinheiro guardado na poupança, todas as suas economias se tornariam absolutamente nada, seu país enfrentaria um isolamento ainda mais grave, e o futuro de seus filhos estaria em xeque.

0 18:34 - 05 de Jul // Vagner Santos | Cultura e Arte

Vimos o filme Retorno a Ítaca, no último fim de semana. Filme decepcionante, de um diretor belga que até então admirávamos, Laurent Cantet, e coautor do roteiro de Leonardo Padura, festejado escritor cubano de O homem que amava cachorros, um amargo crítico do governo do seu país. Preparada para comentá-lo, antes nós assistimos ao vídeo amador da mais recente abordagem dos imbecis fanáticos de direita ao ministro Guido Mantega que almoçava com a mulher num restaurante de São Paulo - cidade cujo bairro dos Jardins e adjacências vão se tornando tristemente conhecidos como um vasto ofidário.

0 12:43 - 28 de Jun // Léo Valente | Cultura e Arte
Raul Santos Seixas completaria 70 anos neste domingo, 28 de junho. Filho de Maria Eugênia Pereira dos Santos e Raul Varella Seixas, o roqueiro baiano nasceu nove meses após os dois se casarem e o interesse pelo rock´n roll começou ainda criança. "Eu tinha 9 anos e morava perto do consulado americano. Andava muito com o pessoal de lá e foram eles que me apresentaram Little Richard, o primeiro que fez minha cabeça, Howlin' Wolf, Bo Diddley, Chuck Berry... Aos 10 anos já tocava nos Relâmpagos do Rock. Tínhamos um amplificador que era um rádio de válvula adaptado pelo meu pai. Isso em 1954, 55, ninguém sabia o que era rock. Eu tocava e me atirava no chão, imitando o Little Richard, como via nos filmes americanos. E sempre notava que as primeiras filas ficavam vazias. É que as mães pensavam que eu era epiléptico. Tocamos assim até 1966, quando fui gravar Raulzito & Seus Panteras", contou em entrevista à revista Bizz, em 1986.
Mas, antes de ser cantor profissional, ele chegou a pensar em ser escritor. "Eu sou muito dado à filosofia, eu estudei muito filosofia, principalmente a metafísica, ontologia, essa coisa toda. Sempre gostei muito, me interessei. Minha infância foi formada por, vamos dizer, um pessimismo incrível, de Augusto dos Anjos, de Kafka, Schopenhauer. Depois eu fui canalizando e divergindo, captando as outras coisas, abrindo mais e aceitando as outras coisas. Estudei literatura, comecei a ver a coisa sem verdades absolutas. Sempre aberto, abrindo portas para as verdades individuais.", disse, em entrevista ao jornal Pasquin de novembro de 1973, ano em que lançou o primeiro álbum.
O cantor fazia shows no Cine Roma com a banda até se mudar, aos 27 anos, para o Rio de Janeiro, onde o grupo não foi bem. Graças ao amigo Jerry Adriani, ele foi trabalhar na CBS produzindo grupos como Trio Ternura, Renato & Seus Blue Caps e Tony & Frankie. Mas, um encontro com o capixaba Sérgio Sampaio o fez voltar a cantar. "Acreditei tanto nesse cara que ele me convenceu a voltar a ser artista", disse.
Em 1972, inscreveu-se no  VII Festival Internacional da Canção e cantou "Let Me Sing, Let Me Sing", sendo contratao pela gravadora Philips. Um ano depois lançou o álbum "Krig-Ha, Bandolo!", que tinha sucessos como"Ouro de Tolo", o primeiro single a estourar no Brasil, "Mosca na Sopa", "Al Capone" e "Metamorfose Ambulante". Ele se definia como "o único no Brasil que faz o iê-iê-iê realista, pós-romântico". "É uma visão nova das coisas", disse em entrevista à revista Pop, de 1973.
O encontro com Paulo Coelho se deu após Raulzito ler um texto do "mago" sobre discos voadores publicado na revista hippie A Pomba. Juntos, compuseram  "Tente Outra Vez", "Medo da Chuva", "Eu Nasci Há Dez Mil Anos Atrás", dentre outros sucessos. Mas nem sempre a parceria foi tranquila. "Posso dizer que existia uma briga cultural com ele, para ver quem ganhava. Eu era o melhor amigo do inimigo, e vice-versa. Depois, houve um certo desgaste no relacionamento. Mas sempre foi uma boa parceria, saíram obras lindíssimas", disse à jornalista Sonia Maia, em entrevista à revista Bizz, em março de 1987.
Os dois foram presos e torturados em 1974, quando já falavam na Sociedade Alternativa e lançaram "Gita" - o maior hit da carreira, vendendo 600 mil exemplares do álbum homônimo. Os dois foram expulsos do Brasil. "Veio uma ordem de prisão do Exército e me detiveram no Aterro do Flamengo. Me levaram para um lugar que não sei onde era. Imagine a situação: estava nu, com uma carapuça preta. E veio de lá mil barbaridades. Tudo para eu dizer os nomes de quem fazia parte da Sociedade Alternativa, que, segundo eles, era um movimento revolucionário contra o governo. O que não era. Era uma coisa mais espiritual. Preferiria dizer que tinha pacto com o demônio a dizer que tinha parte com a revolução. Então foi isso, me escoltaram até o aeroporto.", explicou à Bizz.
 
Na década de 80, Raul já mostrava a saúde debilitada, graças ao alcolismo e à diabetes. Foi convidado para cantar com o baiano Marcelo Nova, ex-Camisa de Vênus, em 50 shows por todo o Brasil. Prestes a lançarem o álbum de inéditas "A Panela do Diabo", em 1989, Raul morreu de parada cardíaca.
 
0 19:57 - 23 de Jun // Vagner Santos | Cultura e Arte

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira 23 a admissibilidade da PEC 421/2014, que prevê a ampliação do orçamento da Cultura no Brasil. A matéria é fruto de consenso entre governo, parlamento e movimentos sociais, e seu texto estava em discussão há mais de 10 anos.

A proposta estabelece um piso constitucional para a área nas três esferas de governo. O Ministério da Cultura terá direito a 2% da receita de impostos da União, já no caso dos estados será de 1,5% e municípios 1%.

0 11:50 - 23 de Jun // Priscila Braga | Cultura e Arte

O Nayrone Siganno, príncipe do arrocha animará pelo terceiro ano o São João de Santo Antônio de Jesus, a galera vai soltar a voz, abrir o coração e dançar muito ao som das melodias românticas do cantor que já deixou um aperitivo do novo repertório no show de aniversário da cidade.

Nayrone irá se apresentar no dia 23, com um repertório bem romântico, o cantor promete deixar o público apaixonado.

0 02:00 - 23 de Jun // LCS™ Assessoria | Cultura e Arte

Formada em 2007, o Forró do Muído tornou-se popular, primeiramente, nos Estados do Ceará e Rio Grande do Norte. Em 2009, o grupo ficou conhecido fora do Nordeste pelo sucesso Não sabo. Menininha, São Amores, Colado em Tuas mãos além da versão de Lucky (Sorte), originalmente interpretada pelo cantores Jason Mraz e Colbie Caillat são alguns dos sucessos da banda. Forró eletrônico com toques de romantismo são traços marcantes do Forró do Muído, que promete fazer um show animado para o público de Santo Antônio de Jesus.

LCS™ Assessoria

0 21:30 - 22 de Jun // LCS™ Assessoria | Cultura e Arte

A banda Tio Barnabé está comemorando 10 anos na estrada e atualmente trabalha o mais novo CD, com 14 canções, divididas em músicas que marcaram a carreira e novas composições. A primeira atração da quarta noite do melhor São João da Bahia está fazendo todo mundo dançar.

O disco traz a participação especial de Márcio Victor na canção “Miseravão” (de Ricardo Kochulinski), Lincoln Sena (Duas Medidas) em “Meter Dance”, Tatau em “Meu Risco” (composta por ele mesmo) e Léo Macedo (Estakazero) em “Roubaram meu coração”. Neto Bittencourt vocalista do grupo garante que além dos novos hits, o público também vai matar a saudade de músicas consagradas na voz da Tio. “A galera vai poder dançar muito com antigos sucessos como ‘Preciso te ver’, ‘Amor na Lua’, ‘A Patricinha’ e ‘Rafaela’, um momento e tanto pra dançar agarradinho e arrastar o pé com a Tio Barnabé.

 Tio Barnabé

 Fundada em 2004 por jovens amigos, a banda Tio Barnabé foi reunindo experiência em pequenas apresentações por cerca de dois anos. Em 2006 gravou seu primeiro CD de carreira, intitulado “O Mundo Gira”. Dirigido por Renato Fechine, o álbum composto por doze músicas, teve como carro-chefe a música de trabalho, ”Preciso Te Ver”, que conquistou o público e ainda continua com lugar garantido no set list dos shows. Em 2008, gravou a música “Medo de Amar” – da dupla gaúcha Clauss & Vanessa. O sucesso da canção concretizou a excelente fase da banda. A música virou “hit” e hoje está no repertório das grandes bandas de forró do nordeste. Já em 2009, lançou o “Amor na Lua” traduzindo um estilo jovem, contagiante e alegre. Em 2010, lançou a música “Roubaram meu Coração” – sucesso nas principais rádios.

 

LCS™ Assessoria

0 21:57 - 21 de Jun // Jornalismo (1) | Cultura e Arte

Uma das novas revelações do sertanejo, a dupla Matheus & Kauan agitaram a terceira noite do São João de Santo Antônio de Jesus. No palco, a dupla fez um show divertido e alto astral. O público curtiu os hits “Mundo paralelo”, “Carro”, “Doidinha” e “Se tem paixão”, atual canção de trabalho que faz parte do novo CD/ DVD lançado pela Som Livre e que já está à venda em todas as lojas do Brasil.

Matheus Aleixo Pinto e Osvaldo Rosa Filho são os nomes de batismo da dupla que surgiu em 2010 para mostrar uma nova expressão do sertanejo universitário. Eles nasceram em Itapuranga, cidade próxima a Goiânia, em Goiás. Matheus além de cantor é também compositor, assim como Kauan, que toca violão e cuida dos arranjos e melodias da dupla.

LCS™ Assessoria

0 23:21 - 19 de Jun // Vagner Santos | Cultura e Arte

Os admiradores do cantor e compositor Tim Maia têm um motivo a mais para conhecer o bairro onde ele nasceu: foi inaugurada hoje (19), na Praça Afonso Pena, na Tijuca, a escultura dele como se estivesse abraçando um fã, enquanto canta. A artista plástica Christina Motta, autora da obra de 650 quilos e 1,80m de altura, feita em bronze, disse que a ideia de mostrar Tim dessa forma foi do filho, o ator e empresário Carmelo Maia. “Quando encontrei o Carmelo, perguntei como ele gostaria de ter a escultura do pai. Ele disse que em um abraço, cantando. Fiquei com aquilo na cabeça e peguei um pouco de tudo. Ele fazia muito esse movimento com a mão para falar com a orquestra. Então, peguei um pouco de todos esses movimentos para homenagear o Carmelo também.”

Para o ator, é uma oportunidade de mostrar o comportamento carinhoso do pai. “O meu pai não era só temperamento. Costumo dizer que ele era um bebê gigante. Ele era um homem carinhoso. Então, é uma forma carinhosa de poder passar quem ele era. Ele não era só aquele temperamento. O Tim Maia doidão. Não, ele era um cara supergentil, carinhoso demais.”

0 23:25 - 17 de Jun // Vagner Santos | Cultura e Arte

Em entrevista exclusiva à Fórum, o ministro faz críticas às distorções da Lei Rouanet, fala sobre o corte de gastos no orçamento da pasta e avalia que a superação das desigualdades promovida pelo PT não pode ser meramente “economicista”, mas deve garantir melhorias concretas na formação educacional e cultural dos brasileiros

Completando cinco meses à frente do Ministério da Cultura, neste segundo mandato da presidenta Dilma Rousseff, Juca Ferreira faz um balanço sobre as atividades realizadas no início de sua gestão. Ele recebeu a equipe da Fórum em seu gabinete para uma longa conversa, na qual foram abordados temas como as distorções geradas pela Lei Rouanet, que deixa nas mãos das empresas a escolha dos artistas beneficiados e acaba fortalecendo as desigualdades regionais ao privilegiar projetos do eixo Rio-São Paulo, em detrimento de outros estados.

O ministro também comenta sobre a necessidade de ampliar os investimentos na área cultural, em período de fortes contenções de gastos no governo. Para Ferreira, é preciso uma mudança de percepção para que a cultura seja vista como área estratégica para o país, uma vez que contribui não apenas economicamente, mas garantindo mais informação, educação e qualidade de vida para os cidadãos.

Nesse sentido, ele defende o desenvolvimento de políticas públicas que assegurem a democratização do acesso às atividades culturais e a valorização da diversidade, o que se tornou uma marca de seu trabalho no comando da pasta. Ele já havia sido ministro da Cultura por dois anos durante o governo Lula – entre 2008 e 2010 – com a saída de Gilberto Gil, e a volta ao cargo foi bastante comemorada pela classe artística e líderes de movimentos sociais.

0 00:37 - 17 de Jun // Vagner Santos | Cultura e Arte

Os deputados estaduais deixaram a atividade parlamentar de lado e resolveram cantar forró durante sessão na Assembleia Legislativa da Bahia. Na tarde desta terça-feira (16) foi aprovado o projeto de lei que reserva cota para forrozeiros e outras manifestações culturais baianas.

Os forrozeiros pediram ao presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), Marcelo Nilo (PDT), que o governo do estado estabeleça cota de 60% das verbas oficiais para o São João. Os deputados abraçaram a causa. Tanto opositores quanto governistas aprovaram a matéria. Sessenta e um deputados estavam presentes no plenário, faltando Vando (PSC) e Antonio Henrique Jr. (PP).

0 22:27 - 13 de Jun // Vagner Santos | Cultura e Arte

Os ministérios da Cultura (MinC) e da Educação divulgaram, nesta sexta-feira, 12, a lista preliminar das instituições classificadas no processo seletivo do programa Mais Cultura nas Universidades, que destinará R$ 20 milhões para a realização de projetos que desenvolvam e fortaleçam a arte e cultura brasileiras, com ênfase na inclusão social e no respeito e reconhecimento da diversidade cultural. Cada instituição contemplada receberá entre R$ 500 mil e R$ 1,5 milhão.

Nesta primeira edição, o programa recebeu adesão de todas as universidades federais e da quase totalidade dos institutos federais do país. A lista preliminar apresenta as instituições habilitadas e não habilitadas no processo de seleção. Os planos não habilitados são aqueles que não respeitaram o item 4.2 do edital, ou seja, constituíam mais de uma proposta. As notas dadas ao comitê técnico para os planos de cultura inscritos no edital serão enviadas aos endereços eletrônicos cadastrados de cada instituição proponente.

0 23:29 - 11 de Jun // Vagner Santos | Cultura e Arte

O ator britânico Christopher Lee, famoso por interpretações como a de Drácula, na montagem de Terence Fisher de 1958, e Saruman, o mago maligno de O Senhor dos Anéis, dirigido por Peter Jackson, faleceu no último domingo (7), em um hospital de Londres, na Inglaterra.

Ele tinha 93 anos e a notícia de sua morte só veio a público hoje, quinta-feira (11), divulgada pelo jornal The Telegraph. De acordo com o periódico, ele ficou internado por três semanas para tratar de insuficiência cardíaca e respiratória. Sua esposa, Birgit, teria adiado o anúncio público da morte para priorizar os familiares.

0 22:13 - 07 de Jun // Vagner Santos | Cultura e Arte

Sob o tema Eu Nasci Assim, Eu Cresci Assim, Vou Ser Sempre Assim: Respeitem-me!, a 19ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo reúne neste domingo (7) milhares de pessoas de diversos perfis e idades nas ruas da região central da capital. Até as 17h ainda não havia estatísticas oficiais sobre o total de participantes na manifestação, que mistura festa e ativismo em um dos principais eventos de rua do país. Entre os destaques da edição deste ano, um grupo de evangélicos foi à Paulista demonstrar repúdio à intolerância religiosa contra a população LGBT.

"P.* que o pariu! E você acha que viu de tudo na vida ... que... que... que bacana!", surpreendeu-se um ciclista, estancando sua magrela diante do Conjunto Nacional, um ponto de referência da avenida. O susto foi ao ler cartazes empunhados pelo grupo de manifestantes evangélicos. "Jesus cura a homofobia", dizia a principal faixa, estilizada com as cores do arco-íris.

A ação despertou curiosidade e elogios dos transeuntes. Além de dezenas de pedidos de fotos. "Fui batizado e criado na Igreja Quadrangular. Lá é um ambiente onde a homossexualidade é considerada pecado. Fico muito feliz em ver que nem todos os evangélicos discriminam os gays. Só Deus sabe que não se trata de uma escolha minha, eu nasci assim", conta o jovem bissexual Edson Luiz Grothe Valdoski, de 18 anos, ao lado da amiga Tais Andrade, também de 18.

0 12:08 - 02 de Jun // Fonte: Metro 1 | Cultura e Arte

Acabou a espera: o novo disco de Saulo, Baiuno, será lançado nesta terça-feira (2), às 19h, com um show transmitido no site oficial do álbum e do artista.

Baiuno é o segundo trabalho do cantor depois de sair da Banda Eva, em 2013, e é também a segunda vez que um trabalho é lançado em uma apresentação: dois anos atrás, o primeiro show solo de Saulo foi também em streaming.

O álbum vem sendo preparado por Saulo desde o Carnaval e tem algumas participações especiais de gente como o ícone da música do Recôncavo Roberto Mendes, o multi-instrumentista, cantor e compositor Dom Chicla e a cantora africana Julia Sarr.

Entre os artistas convidados para participar do disco, estão também o guitarrista Munir Hossn, que tem raízes no jazz e que foi produtor dos últimos discos da cantora de world music caboverdiana Mayra Andrade. O cantor, compositor e produtor paulista Tó Brandileone e o multi-instrumentista camaronês Étienne M'Bappé também estão no álbum.




Colunistas


Classificados