Sabe aquela história de que a gente tem que madrugar cedo? Deus ajuda quem cedo madruga 0



Últimos Comentários



Enquete


Blog

Cultura e Arte

0 23:06 - 23 de Abr // Vagner Santos | Cultura e Arte

Alfredo da Rocha Vianna Filho, conhecido como Pixinguinha (Rio de Janeiro, 23 de abril de 1897 — Rio de Janeiro, 17 de fevereiro de 1973), foi um flautista, saxofonista, compositor e arranjador brasileiro.

No estúdio da Rádio Mayrink Veiga, 1932, o jovem Manuel de Nóbrega, aos 19 anos (2º em pé da esq para dir) Carmen e Aurora Miranda (sentadas) segurando a flauta Pixinguinha.

Pixinguinha é considerado um dos maiores compositores da música popular brasileira, contribuiu diretamente para que o choro encontrasse uma forma musical definitiva.

0 14:15 - 23 de Abr // Blog do Valente / Informações R.Andaiá FM | Cultura e Arte

O Secretário de Esporte, Cultura e Lazer de Santo Antônio de Jesus, Murilo Miranda disse em entrevista que está tranquilo em relação a conclusão das obras do Centro Cultural. “Nós visitamos o Centro Cultural que o ex-prefeito deu como pronto para a população de Santo Antônio de Jesus e constatamos que nada do que o ex-prefeito havia falado estava pronto. O Centro Cultural estava cru interiormente. O prefeito Humberto Leite imediatamente prometeu concluir o Centro Cultural; foi feita uma licitação no ano passado para concluir a parte da engenharia civil, isso já foi concluído. O prefeito Humberto Leite conseguiu uma verba do Ministério da Cultura no valor de R$ 500.020,00 reais para conclusão da parte técnica do Centro Cultural, que envolve uma série de situações como iluminação, acústica, sonorização, mobiliário dentre outras coisas”, contou.

Ainda segundo o secretário, a Caixa Econômica Federal liberou a verba para conclusão. “A Caixa Econômica que esteve visitando o Centro Cultural analisando todos os projetos, liberou para que o município possa fazer a licitação que já foi encaminhada para o setor de licitação, essa solicitação já está em andamento para que uma empresa possa ganhar e possa terminar o Centro Cultural, então a situação é tranquila”, finalizou.

0 08:42 - 22 de Abr // Fonte: Correio | Cultura e Arte

As cidades de Cachoeira e São Félix, no Recôncavo baiano, recebem, de 7 a 10 de maio, o Festival Movimenta. A primeira edição do evento tem como objetivo propor um espaço de diálogos sobre as interações entre dança e a cidade, o corpo e suas diversas formas de expressão.

A programação é gratuita e conta com espetáculos de dança, performances, Cine Dança (exibição de vídeos e filmes), oficinas de light painting (técnica de fotografia com luz em movimento) e master class (aulas com professores e dançarinos, com participação do público). As inscrições para as oficinas acontecem de 27 de abril a 8 de maio, no site www.roszafilmes.com.br.

O evento é realizado pela Rosza Filmes Produções, com apoio financeiro do Fundo de Cultura da Secretaria de Cultura da Bahia, e cultural do Espaço La Buena Vida, Secretaria de Cultura da Cachoeira, Secretaria de Educação e Cultura de São Félix e do Centro de Artes, Humanidades e Letras da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

0 11:50 - 20 de Abr // Fonte: Bahia Notícias | Cultura e Arte

Documentaristas de todo o Brasil já podem se apressar: as inscrições para a Mostra Competitiva do VI CachoeiraDoc – Festival de Documentários de Cachoeira abrem nesta segunda-feira (20). As inscrições são gratuitas e os interessados que finalizaram um filme curta, média ou longa-metragens finalizados a partir de 2014 podem enviar o formulário até o dia 20 de maio. Os documentários devem ser produzidos no Brasil ou ter co-produção nacional.

A 6ª edição do Festival será entre os dias primeiro e 7 de setembro em Cachoeira, no recôncavo baiano, no Cine-teatro Cachoeirano e no Centro de Artes Humanidades e Letras da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

0 23:46 - 17 de Abr // Vagner Santos | Cultura e Arte

Com o anúncio do trailer de Southpaw, que promete ser um grande longa, fizemos uma lista das produções sobre o esporte que mais brilharam nas telonas.

Recentemente foi divulgado o trailer de Southpaw, drama sobre boxe, dirigido por Antoine Fuqua – de Dia de Treinamento (Training Day, 2001) – e estrelado por Jake Gyllenhaal, que já começa a ser cotado para o Oscar de Melhor Ator do ano que vem.

Ainda é cedo para dizer se Southpaw será um bom exemplar dos filmes sobre boxeadores – mas enquanto não sabemos, listamos os atuais 10 melhores longas do gênero.

0 23:06 - 16 de Abr // Vagner Santos | Cultura e Arte

A Netflix não está só afetando a televisão aberta e por assinatura com uma oferta de filmes e seriados pela internet desde 2008. A primeira série original foi o drama político “House of Cards”, lançada em 2013. Em dois anos, a Netflix mudou a indústria de entretenimento e isso ficou nítido no último final de semana.

A companhia fez uma parceria com a Marvel, editora de quadrinhos, para lançar “Demolidor”. Em treze capítulos, “Demolidor” chamou atenção nas redes sociais por seu clima obscuro e muita pancadaria.

Dois dias depois, o canal de TV HBO lançou a quinta temporada de “Game of Thrones”. Cinco episódios vazaram na internet antes da estreia. E as reações às duas atrações foram quase opostas.

0 23:47 - 13 de Abr // Vagner Santos | Cultura e Arte

Na manhã desta segunda-feira (13), morreu o jornalista, escritor e historiador Eduardo Galeano em Montevidéu, no Uruguai. Ele estava internado em um hospital da cidade desde sexta-feira (10), devido a complicações de um câncer de pulmão, que já havia sido tratado em 2007.

Galeano é autor de mais de 40 livros, traduzidos em diversos idiomas. Sua obra-prima, As Veias Abertas da América Latina (1971), é uma das principais referências da esquerda latino-americana. Praticamente um tratado sobre a história da América Latina sob o ponto de vista da exploração econômica e da dominação política, foi considerada revolucionária e banida no Chile, Uruguai, Argentina e Brasil durante suas ditaduras militares.

0 18:05 - 12 de Abr // Vagner Santos | Cultura e Arte

Padre Fábio de Melo está consciente de que vida no sacerdócio impõe desafios severos. E eles são amplificados quando, além de padre, você é um ídolo da música popular — ele já vendeu mais de dois milhões de discos, e está lançando agora “Deus no esconderijo do verso” (Sony), que tem participações de cantores como Nana Caymmi e Zeca Pagodinho. Sua condição o expõe a situações como a que relatou recentemente em sua conta no Twitter: “No Instagram, um fake se passando por mim, interagindo e chamando as pessoas de ‘fofas’. Assim não dá”.

Padre Fábio tem a fala tranquila e sedutora de um bom sacerdote — e comunicador, que apresenta um programa de TV semanal, “Direção espiritual” na TV Canção Nova —, mas não chama as pessoas de fofas. E, apesar de toda a compreensão cristã, também não tem muita paciência com outras fofices, como podemos perceber novamente em seu Twitter: “E a Humanidade segue fazendo coraçõezinhos com as mãos”.

0 09:49 - 08 de Abr // Fonte: Bahia Notícias | Bahia

Os pontos de Cultura terão legislação própria e serão política de Estado. Essas são algumas das mudanças que passam a valer com o lançamento da Política Nacional de Cultura Viva (PNCV), nesta quarta-feira (8). Instituída pela Lei 13.018/14, mais conhecida como Lei Cultura Viva, a PNCV será lançada pelo Ministério da Cultura (MinC) juntamente com a lei. A legislação foi sancionada pela presidenta Dilma Rousseff em julho do ano passado, mas precisava ser regulamentada para entrar em vigor. “Hoje, os pontos de Cultura, com a Lei Cultura Viva, se tornam uma política do Estado brasileiro, ou seja, independente de governo ou partido eles vão existir dentro da política do país. Isso é algo muito importante para quem produz cultura”, disse a secretária da Cidadania e Diversidade Cultural do MinC, Ivana Bentes. Ela explica que outra mudança é a possibilidade da autodeclaração. Agora, mesmo aqueles grupos que não forem contemplados pelos editais do MinC poderão ter o reconhecimento de ponto de Cultura. Ela conta que hoje o país tem cerca de 4 mil pontos beneficiados por recursos do Estado e que aqueles grupos que hoje não recebem mais os recursos, reivindicavam continuar com o título, já que não deixaram de desenvolver as ações e os trabalhos. O terceiro ponto de destaque é a criação do Termo de Compromisso Cultural (TCC), que vai mudar a maneira como será feita a prestação de contas dos recursos repassados pelo MinC. A ideia é adequar essa necessidade à realidade dos pontos de Cultura que, muitas vezes, são aldeias indígenas e grupos tradicionais, por exemplo, e que tinham dificuldades com o atual sistema. “Essa prestação de contas vai focar na ação, no cumprimento do objeto. Claro que ele vai ter que mostrar ao Estado a prestação de contas, onde foi gasto o dinheiro, a planilha financeira, vai ter que guardar as notas, mas, para a prestação de contas inicial, o cumprimento do objeto é mais importante”, ressalta Ivana Bentes. A secretária informa que a regulamentação foi debatida com diferentes atores para que atendesse tanto às necessidades jurídicas quanto à realidade dos pontos.

0 23:16 - 06 de Abr // Vagner Santos | Cultura e Arte

Depois de diversos adiamentos, o filme Allende En Su Laberinto, do cineasta Miguel Littin, chegou aos cinemas chilenos. A obra relata as últimas sete horas de vida do presidente Salvador Allende (1970-1973), durante o golpe de Estado e o bombardeio ao Palácio de La Moneda, no dia 11 de setembro de 1973.

Também fala da pressão exercida pelos Estados Unidos para a derrubada de Allende, apesar do caráter democrático de seu governo, e faz uma análise de toda a rede de traições que possibilitaram o golpe, tanto militares quanto políticas — neste último caso, recontando a postura dos parlamentares de sua própria coligação e como chegaram a questionar sua autoridade. Apesar de encenar uma história conhecida, a película não ficou isenta de certa polêmica, pela versão apresentada pelo diretor sobre os fatos históricos.

0 18:51 - 05 de Abr // Vagner Santos | Cultura e Arte

O filme retrata a Inconfidência Mineira, movimento político do século 18 do Estado de Minas Gerais. Faziam parte do grupo de conspiradores contra o domínio colonial português poetas e nobres, incluindo o padre (Carlos Gregório) e o coronel da guarnição.

O dentista Tiradentes (José Wilker) é o escolhido para dar exemplo aos rebeldes que se levantavam contra a Coroa Portuguesa. Seus cúmplices, apesar de terem confessado, não assumem responsabilidades. O único a fazer isso é Tiradentes, que acaba sendo condenado à morte. Reprise. 76 min.

Ano: 1972. Gênero: drama. Direção: Joaquim Pedro de Andrade, com Carlos Kroeber, Fernando Torres, José Wilker, Luiz Linhares, Nelson Dantas, Paulo César Peréio.

Classificação indicativa: 12 anos.

Fonte: Agência Brasil

0 11:54 - 05 de Abr // Vagner Santos | Cultura e Arte

A sua luta pelos direitos civis e a sua participação em manifestações pacíficas despertou a consciência do país para uma participação na instauração de uma sociedade mais justa. A sua ação valeu-lhe o Prêmio Nobel da Paz, em 1964.

Nos últimos anos de vida, Luther King esteve sob escuta telefônica, por parte do FBI, e também foi controlado pelos serviços secretos militares por participar em manifestações contra a Guerra do Vietnã, em 1967. Além disso, ao defender reformas econômicas radicais, em 1968, inclusivamente um subsídio anual mínimo para todos, Luther King criou inimigos em Washington.

0 23:46 - 31 de Mar // Vagner Santos | Cultura e Arte

Depois de Alice no País das Maravilhas, de Tim Burton, e Malévola, estrelado por Angelina Jolie, chegou a vez de Cinderela inspirar o mercado de consumo. A relação do cinema com o universo da moda vem rendendo ótimas parcerias, principalmente quando a trama é inspirada em contos de fadas. Todo aquele clima de sonho se transforma em uma série de produtos – de roupas e acessórios a maquiagem e objetos decorativos.

0 08:25 - 28 de Mar // Priscila Braga | Agronegócio

A matecol comemora em 2014 seus 20 anos de existência sorteando 20 mega prêmios para você.  

Nas compras a partir de R$50,00, você ganha um cupom, e concorre a :

1 Palio Fire 0Km
1 Honda Fan 0Km
2 Tv's 32'
2 Dvd's
2 Tablets
2 Celulares
2 Microondas 
2 Liquidificadores
2 Ventiladores
2 ferros de passar 
2 relógios
 

São 20 prêmios, corra lá. Lojas em São Miguel das Matas e em Santo Antônio de Jesus.

0 23:04 - 27 de Mar // Vagner Santos | Cultura e Arte

O cantor e compositor que fundou a seminal banda de rock Legião Urbana, Renato Russo, completaria 55 anos nesta sexta. O músico morreu em 11 de outubro de 1996.

Vítima de complicações decorrentes da aids, Renato tinha apenas 36 anos, mas já havia inscrito seu nome na história do rock nacional. Ele ocupava a 25ª posição na Lista dos Cem Maiores Artistas da Música Brasileira da revista Rolling Stone, em outubro de 2008. Homossexual assumido desde os 18 anos, ele jamais confirmou ser soropositivo.

Com a Legião, Renato Russo, que nasceu no Rio, deixou oito álbuns de estúdio, cinco ao vivo e alguns lançados postumamente – além de vários contos e outros escritos.

Gravou também três discos solo e cantou com Erasmo Carlos, Cássia Eller, Herbert Vianna, Adriana Calcanhoto, Paulo Ricardo, Leila Pinheiro, Biquíni Cavadão, 14 Bis e Plebe Rude, entre outros. Uma das mais bem-sucedidas bandas do país em 14 anos de atividade, a Legião vendeu mais de 25 milhões de discos.

Brasília, Aborto e Legião

Em 1973, Renato e sua família foram morar em Brasília, e lá, em 1978, ele formou a banda Aborto Elétrico, na qual mostrava sua predileção pelo punk inglês. São desse período músicas como Tédio, Que País é Esse? ou Veraneio Vascaína.

Foi em homenagem ao inglês Bertrand Russell e aos franceses Jean-Jacques Rousseau e Henri Rousseau, que Renato Manfredini Júnior adotou o sobrenome artístico Russo e se tornou um mito para várias gerações de fãs da Legião.

Sua trajetória inspirou filmes como Faroeste Caboclo (2013), dirigido por René Sampaio, e Somos Tão Jovens (2013), de Antonio Carlos da Fontoura.

À frente da Legião Urbana, Renato Russo e sucessos como Pais e Filhos, Eduardo e Mônica, Geração Coca-Cola, Tempo Perdido, Eu Sei, entre outros, viraram objeto de culto de fãs de diferentes gerações.

Fonte: Zero Hora

0 23:57 - 25 de Mar // Vagner Santos | Cultura e Arte

“Toda mulher quer ser amada. Toda mulher quer ser feliz. Toda mulher se faz de coitada. Toda mulher é meio Leila Diniz”, diz um dos versos da música Elas Querem é Poder, de Rita Lee, que captou toda a essência de uma mulher que, muito mais que uma atriz, soube, com seu comportamento libertário, mostrar ao Brasil da ditadura militar o quanto as mulheres precisavam ser livres. Foram atitudes e declarações que marcaram uma época e legaram às gerações futuras um novo jeito de viver.

Para autora do livro Toda Mulher é Meio Leila Diniz, a antropóloga Mirian Goldenberg, apesar de tantos anos, o comportamento da atriz, que hoje (25) completaria 70 anos, continua atual. “A Leila, simplesmente, queria viver a vida dela com liberdade, com prazer, com vontade. Não foi uma militante, nem feminista. É por isso que ela é tão contemporânea. Vivia a vida com liberdade, coisa que as mulheres não fazem até hoje”.

De acordo com a antropóloga, Leila não expressava uma sexualidade para parecer sexy ou para seduzir. “Era uma sexualidade para o prazer dela. Não é que ela não tinha preocupação, sabia que os outros julgavam e condenavam, mas ela não abria mão de viver a própria liberdade. É isso que é considerado revolucionário até hoje”, disse em entrevista à Agência Brasil.

Mirian Goldenberg destacou que Leila se tornou um exemplo forte, porque não era apenas um discurso ou uma bandeira política. “A vida dela é que era extraordinariamente livre e prazerosa, coisa que a gente não consegue ter por preconceito, por tabus, por medo, por querer agradar todo mundo, querer agradar todo o mundo, se preocupar com a opinião dos outros, coisa que a Leila não estava nessa e não estaria hoje”. “É impressionante que ainda hoje a gente precise tanto desses exemplos para lembrar da importância da liberdade”, completou.

Grávida de Janaína, filha que teve com o cineasta Ruy Guerra, Leila colocou um biquíni e foi à Praia de Ipanema, na zona sul do Rio. A imensa barriga à mostra chocou a todos, mas, poucos anos depois, significou o rompimento de um tabu comportamental. “A barriga dela simboliza um corpo livre totalmente fora dos padrões da época, exposto ao sol e feliz. Não o corpo escondido e mutilado”, ressaltou a antropóloga.

Para a representante da Rede Mulher e Mídia, no Conselho Nacional dos Direitos da Mulher, Raquel Moreno, a exposição da barriga de Leila grávida foi um marco porque mostrou para as mulheres que isso não era motivo de vergonha. Na mesma época era costume dizer que mulher não podia andar sozinha na rua, o que também foi contestado por Leila Diniz.

“Saiu uma turminha de feministas no Rio, entre as quais a Leila Diniz, de braços dados na calçada. Elas estavam em cinco ou seis andando e dizendo, sozinha, eu? Como assim? Que história é essa de que a mulher está sozinha na rua? Contestando também a fala recorrente de que as mulheres tinham que andar acompanhadas por um homem, porque, se não, estavam pedindo alguma forma de violência”, lembrou Raquel Moreno.

No dia 15 de novembro de 1969 chegava às bancas a edição do jornal O Pasquim, com uma entrevista com Leila Diniz, que causou muito comentário. O cartunista Jaguar, uma das pessoas que a entrevistou lembrou que durante a conversa, de maneira muito natural, a atriz falou muitos palavrões, e que, segundo ele. não tinha intenção de chocar. “Era o jeito dela falar. Aí nós optamos em manter as características dela. Decidimos colocar um asterisco, entre parênteses, no lugar do palavrão. Então a entrevista parecia uma via láctea”, disse.

Jaguar tenta imaginar o que Leila poderia ter feito mais se não tivesse morrido com apenas 27 anos. “Que legado teria deixado. Ela era absolutamente inocente, e tudo que dizia era de maneira cândida. Não tinha intenção de escandalizar. Todo mundo admirava. Mas imagine como era isso em pleno regime militar”, disse. “Ela era uma mulher solar”.

Leila Diniz morreu no dia 14 de junho de 1972, em um acidente perto de Nova Déli, na Índia, com a explosão do avião da Japan Airlines. Ela tinha ido à Austrália, onde foram premiada em um festival de cinema, e voltava para o Brasil.

A antropóloga Mirian Goldenberg lamenta a morte de Leila Diniz, para quem a atriz morreu cedo e tinha muito o que legar para as mulheres. Hoje ela teria 70 anos, e seria um exemplo de como envelhecer e não se deixar aprisionar pela cultura da juventude. No meu livro tem uma frase dela: ‘Eu sou uma explosão, mas com 100 anos vou estar maravilhosa, vou estar cada vez melhor’”.

Fonte: Agência Brasil

0 09:27 - 24 de Mar // Fonte: Agência Sebrae de Notícias Bahia | Bahia

Com o intuito de levar informação sobre gestão e finanças para os artesãos, oleiros e comerciantes do município de Maragogipinho, o Sebrae realizou, na ultima quinta-feira, 19, uma série de palestras, abordando temas como vendas e empreendedorismo, precificação e produção. Além disso, foi promovida uma oficina de crédito.

O encontro que aconteceu na sede da Associação de Auxílio Mútuo dos Oleiros de Maragogipinho (AAMOM) foi uma oportunidade para os participantes desenvolverem, ainda mais, as características empreendedoras.

"Nosso objetivo é fazer com que esses artesãos conheçam seus produtos a fundo, desde a compra da argila até a hora de colocar os preços para aumentar a lucratividade", destacou a consultura do Sebrae, Taís Gaspar.

O artesão Roque dos Santos participou das palestras e vai utilizar o conhecimento adquirido na sua atividade. "Agora sei como colocar o preço nos meus produtos e reduzir os custos para aumentar a minha renda".

A Associação dos Oleiros de Maragogipinho existe há 26 anos e tem o apoio do Sebrae há 15. "Essa iniciativa ajuda as pessoas a terem noção de como vender as mercadorias, além de fortalecer a associação e a comunidade", explicou Marijose Pinto dos Santos, presidente da AAMOM.

0 20:25 - 21 de Mar // Vagner Santos | Cultura e Arte

Embora a produção de filmes sobre o assunto tenha crescido mais recentemente, é possível encontrar obras realizadas durante o próprio regime militar, muitas vezes sob a condição de alegoria. “Terra em Transe”, de Glauber Rocha, é um dos mais famosos, retratando as disputas políticas num país fictício. Mais corajoso do que Glauber foi seu conterrâneo baiano Olney São Paulo, que registrou protestos de rua e levou para a tela em forma de parábola, o que olhe custou primeiro a liberdade e depois a vida.

Os onze filmes que compõem esta lista, se não são os melhores, fazem um diagnóstico de como o cinema retratou a ditadura brasileira.

1. MANHÃ CINZENTA (1968), Olney São Paulo – Em plena vigência do AI-5, o cineasta-militante Olney São Paulo dirigiu este filme, que se passa numa fictícia ditadura latino-americana, onde um casal que participa de uma passeata é preso, torturado e interrogado por um robô, antecipando o que aconteceria com o próprio diretor. A ditadura tirou o filme de circulação, mas uma cópia sobreviveu para mostrar a coragem de Olney São Paulo, que morreu depois de várias sessões de tortura, em 1978.

2. PRA FRENTE, BRASIL (1982), Roberto Farias – Um homem comum volta para casa, mas é confundido com um “subversivo” e submetido a sessões de tortura para confessar seus supostos crimes. Este é um dos primeiros filmes a tratar abertamente da ditadura militar brasileira, sem recorrer a subterfúgios ou aliterações. Reginaldo Faria escreveu o argumento e o irmão, Roberto, assinou o roteiro e a direção do filme, repleto de astros globais, o que ajudou a projetar o trabalho.

3. NUNCA FOMOS TÃO FELIZES (1984), Murilo Salles – Rodado no último ano do regime militar, a estreia de Murilo Salles na direção mostra o reencontro entre pai e filho, depois de oito anos. Um passou anos na prisão; o outro vivia num colégio interno. Os anos de ausência e confinamento vão ser colocados à prova num apartamento vazio, onde o filho vai tentar descobrir qual a verdadeira identidade de seu pai. Um dos melhores papéis da carreira de Claudio Marzo.

4. CABRA MARCADO PARA MORRER (1984), Eduardo Coutinho – A história deste filme equivale, de certa forma, à história da própria ditadura militar brasileira. Eduardo Coutinho rodava um documentário sobre a morte de um líder camponês em 1964, quando teve que interromper as filmagens por causa do golpe. Retomou os trabalhos 20 anos depois, pouco antes de cair o regime, mesclando o que já havia registrado com a vida dos personagens duas décadas depois. Obra-prima do documentário mundial.

5. O QUE É ISSO, COMPANHEIRO? (1997), Bruno Barreto – Embora ficcionalize passagens e personagens, a adaptação de Bruno Barreto para o livro de Fernando Gabeira, que narra o sequestro do embaixador americano no Brasil por grupos de esquerda, tem seus méritos. É uma das primeiras produções de grande porte sobre a época da ditadura, tem um elenco de renome que chamou atenção para o episódio e ganhou destaque internacional, sendo inclusive indicado ao Oscar.

6. AÇÃO ENTRE AMIGOS (1998), Beto Brant – Beto Brant transforma o reencontro de quatro ex-guerrilheiros, 25 anos após o fim do regime militar, numa reflexão sobre a herança que o golpe de 1964 deixou para os brasileiros. Os quatro amigos, torturados durante a ditadura, descobrem que seu carrasco, o homem que matou a namorada de um deles, ainda está vivo –e decidem partir para um acerto de contas. O lendário pagador de promessas Leonardo Villar faz o torturador.

7. CABRA CEGA (2005), Toni Venturi – Em seu melhor longa de ficção, Toni Venturi faz um retrato dos militantes que viviam confinados à espera do dia em que voltariam à luta armada. Leonardo Medeiros vive um guerrilheiro ferido, que se esconde no apartamento de um amigo, e que tem na personagem de Débora Duboc seu único elo com o mundo externo. Isolado, começa a enxergar inimigos por todos os lados. Belas interpretações da dupla de protagonistas.

8. O ANO EM QUE MEUS PAIS SAIRAM DE FÉRIAS (2006), Cao Hamburger – Cao Hamburger, conhecido por seus trabalhos destinados ao público infantil, usa o olhar de uma criança como fio condutor para este delicado drama sobre os efeitos da ditadura dentro das famílias. Estamos no ano do tricampeonato mundial e o protagonista, um menino de doze anos apaixonado por futebol, é deixado pelos pais, militantes de esquerda, na casa do avô. Enquanto espera a volta deles, o garoto começa a perceber o mundo a sua volta.

9. HOJE (2011), Tata Amaral – Os fantasmas da ditadura protagonizam este filme claustrofóbico de Tata Amaral. Denise Fraga interpreta uma mulher que acaba de comprar um apartamento com o dinheiro de uma indenização judicial. Cíclico, o filme revela aos poucos quem é a protagonista, por que ela recebeu o dinheiro e de onde veio a misteriosa figura que se esconde entre os cômodos daquele apartamento. Denise Fraga surpreende num papel dramático.

10. TATUAGEM (2013), Hilton Lacerda – A estreia do roteirista Hilton Lacerda na direção é um libelo à liberdade e um manifesto anárquico contra a censura. Protagonizado por um grupo teatral do Recife, o filme contrapõe militares e artistas em plena ditadura militar, mas transforma os últimos nos verdadeiros soldados. Os soldados da mudança. Irandhir Santos, grande, interpreta o líder da trupe. Ele cai de amores pelo recruta vivido pelo estreante Jesuíta Barbosa, que fica encantado pelo modo de vida do grupo.

11. BATISMO DE SANGUE (2007) – Apesar do incômodo didatismo do roteiro, o longa é eficiente em contar a história dos frades dominicanos que abriram as portas de seu convento para abrigar o grupo da Aliança Libertadora Nacional (ALN), liderado por Carlos Marighella. Gerando desconfiança, os frades logo passaram a ser alvo da polícia, sofrendo torturas físicas e psicológicas que marcaram a política militar. Bastante cru, o trabalho traz boas atuações do elenco principal e faz um retrato impiedoso do sofrimento gerado pela ditadura.

Fonte:Cinema Uol

0 10:11 - 16 de Mar // Fonte: Assessoria | Agronegócio

A noite da última sexta, 13, foi marcada especialmente pela presença dos Melhores. Sim, aqueles que chegaram ao topo! Foi com casa cheia que as Entidades Empresariais de Santo Antônio de Jesus comemoraram, no clube do Serviço Social do Comércio (Sesc) da cidade, o sucesso daqueles que conseguiram ir mais alto e obter destaque como melhor empresa do ano de 2014 no Comércio mais barato da Bahia.

E na festa de celebração do Melhores do Ano 2014 – evento que chegou à sua 21ª edição neste ano, o que não faltou foi brilho, alegria e curtição. A noite, mais que especial para os empresários, foi embalada ao som da Voz do Brasil, o vencedor da segunda temporada do programa The Voice Brasil, da Rede Globo, Sam Alves.

O global, que estava na cidade desde o final da tarde, já chegou sendo bem recebido com o calor humano de suas fãs que aguardavam ansiosamente pela sua vinda à cidade. Na frente do hotel, gritos, selfies e autógrafos anunciaram a chegada do artista na capital do Recôncavo.

Em entrevista coletiva com a imprensa, minutos antes do início do evento, o cantor declarou a fluência do seu baianês com suas tantas vindas ao Estado.

“Realmente tenho vivido muito mais na Bahia do que no Rio de Janeiro... daqui a pouco estou falando com sotaque baiano...”, brincou.

Ele, que costuma vir à Bahia e passar a estada apenas em Salvador, falou sobre a oportunidade de conhecer uma cidade diferente e sobre a expectativa para o show que realizou na noite de ontem.

0 09:04 - 13 de Mar // Blog do Valente / Informações R.Andaiá FM | Bahia

O Grupo Teatral Corpo e alma fará uma apresentação especial neste sábado 14, ao lado do Centro Cultural na Rua Antônio Fraga a partir das 19:30h. Na oportunidade será apresentado o recital cênico “O meu país” em homenagem ao Dia Internacional da Mulher e ao Dia da Poesia comemorado neste sábado.

A apresentação é gratuita.

0 11:54 - 03 de Mar // Fonte: Bocão News | Cultura e Arte

O hit é novo, mas já está presente nas baladas, nos bares, nas ruas e até na boca da galera. Da criança ao idoso, a letra está na ponta da língua de todos, a coreografia então, nem se fala, são diversas. Tem até desafios nas redes sociais de quem é capaz de dançar a música “Muriçoca” e publicar para todo o mundo ver.

O hit do momento, que por sinal foi cantada por diversos artistas no Carnaval de Salvador 2015, está envolvido em uma enorme polêmica: a briga pela autoria. E por isso, na manhã desta terça-feira (03), o cantor e autor da música, Ermínio Félix, procurou o Bocão News para denunciar a banda “O Rei da Cacimbinha”. Segundo Ermínio, o cantor da banda citada já vem há alguns meses levando os hits dele para seus shows, tanto na cidade de Vitória da Conquista, de onde originou a banda, como pelas cidades por onde passa: “Inclusive ele se apresentou em programas de TV aqui de Salvador e na oportunidade citou a música “Muriçoca” como dele”, contou o cantor.

Ambas as bandas seguem o estilo dos “Mamonas Assassinas” e por isso são sempre confundidas, porém, Ermínio garante que o “bonde do Serrote” sempre seguiu sua linha, independente do seu “concorrente” que sempre se preocupou em cantar as músicas do vocalista Ermínio, que há cinco anos vem compondo músicas estouradas nas redes sociais, estas nunca antes registradas.

0 11:33 - 28 de Fev // Fonte: Catraca Livre | Cultura e Arte

O final de semana está logo aí. O que você está pensando em fazer nele? O Catraca Livre dá uma dica para quem está no clima de divertir-se tranquilamente em casa sem gastar dinheiro: selecionamos 22 filmes totalmente grátis para você assistir de onde estiver, de qualquer plataforma.

A seleção inclui filmes premiados, de ação, comédia romântica, drama, e está reunida no portal Crackle - que exibe filmes online gratuitamente.

Basta clicar sobre o link do seu filme predileto e aproveitar. Confira:

1- Juno
2- Crash: No Limite
3- Corra, Lola, Corra
4- Hooligans: Fúria nos Campos
5- Hotel Ruanda
6- Guerra ao Terror
7- Kramer vs. Kramer
8- O Ilusionista
9- O Melhor Amigo da Noiva
10- O Tigre e o Dragão
11- Os Miseráveis
12- Snatch - Porcos e Diamantes
13- Todos Dizem Eu Te Amo
14- Taxi Driver
15- Um Ato de Liberdade
16- Um Homem Bom
17- A Informante
18- A Outra
19- As Coisas Impossíveis do Amor
20- As Panteras: Detonando
21- Código de Honra
22- Estrada Maldita

0 11:19 - 28 de Fev // Fonte: Correio | Bahia

Como se sabe, as críticas às letras de Igor Kannário são comuns. As composições utilizariam linguagens de bandidos e traficantes. Mas, imagine se os críticos souberem como nasceu o maior hit do artista, Tudo Nosso Nada Deles, que virou assinatura do artista. Pois é, no vaso sanitário.

Quem conta a situação é o próprio cantor e compositor: “Tô eu no vaso, seis horas da manhã. Rafinha, percussionista de Léo Santana, mandou pelo WhatsApp a letra. Gostei muito, mas faltava o refrão. Pensei, pensei, aí saiu no vaso mesmo. É tudo nosso, nada deles. Nada deles, tudo nosso”, cantarola.

Ele canta bem. Tanto que tem voz rouca, mas foi quem introduziu os trinados superagudos no pagode

James Martins, crítico sobre inovação musical

“O pessoal diz que é expressão de bandido, mas o ‘tudo nosso’ representa o bem, o que nos pertence. O ‘nada deles’ é o mal, aqueles que jogam contra o que é nosso”, garante o artista, que quase fez da canção a música do Carnaval, este ano — perdeu para Xenhenhém, do Psirico.

0 10:33 - 27 de Fev // Fonte: Correio | Bahia

Com o objetivo de incentivar moradores e turistas a adotar hábitos sustentáveis e divulgar o potencial do local para o ecoturismo, acontece, de hoje a domingo, a 4ª edição do Festival Cultural de Rua da Ilha de Itaparica (Festit).

O evento, gratuito, conta com espetáculos, shows, oficinas de circo, artes plásticas e oficinas ecológicas, das 10h às 22h, na Praça do Mercado Municipal de Itaparica. Amanhã, às 21h, a cantora Larissa Luz apresenta o show Maquinafro, com abertura do músico Raimundo Coelho.

Destaque, ainda, para os artistas plásticos Guilherme Teixeira e Erick Wilson, de São Paulo, e Hamish Frood, inglês radicado na Ilha. Entre as atrações circenses estão Ezec Le Floc’h (França), Elena del Mondo (Capão/Itália), Cia Delapraka (França/Rio), Família Flamini e o Grupo Pia Fraus (São Paulo).

A Associação de Arte e Cultura Quilombo do Tereré, da cidade de Vera Cruz, apresenta a capoeira e o maculelê. A programação completa está no site: www.festivalilhadeitaparica.com.

0 08:41 - 16 de Fev // Fonte: Metro 1 | Bahia

Em participação na Rádio Metrópole neste domingo (15), direto do camarote Expresso 2222, o cantor e compositor Gilberto Gil falou sobre a situação do axé. Segundo ele, o estilo musical vem se transformando anualmente. "Cada ano é diferente. O Axé não é a mesma coisa, graças a Deus", disse.

0 11:29 - 09 de Fev // Fonte: Bocão News | Cultura e Arte

Com mais de 30 atrações artísticas que desfilarão em trios sem corda nos circuitos Dodô (Barra) e Osmar (Campo Grande), no Carnaval de Salvador, o folião pipoca poderá desfrutar de grandes bandas. Na manhã desta segunda-feira (9), o governador Rui Costa, durante coletiva sobre o anúncio dos investimentos para o Carnaval revelou a grade de programação dos dois circuitos.

Entre as principais estão Bell Marques, Psirico, Ju Moraes, Margareth Menezes, Torres da Lapa, Timbalada e muito mais. O governador já havia antecipado ao site Bocão que os investimentos na festa chegariam aos R$ 100 milhões. O anúncio oficial acontece no hotel Sheraton, no Campo Grande.

0 17:16 - 30 de Jan // Daiana Lima | Cultura e Arte

A AdecoArte, Associação de Desenvolvimento Comunitário da Cidadania e do Artesanato, atua em Santo Antonio de Jesus há oito anos, realiza trabalhos  sociais envolvendo artesanato, esporte. Nesse ano estão buscando trabalhar com projetos integrando   cultura e esporte pelo fato de contar com a parceria do estado e de algumas instituições.

Comentaram que antes da execução das ações elaboradas  é feita uma pesquisa diagnóstica  para que possam conhecer melhor  as necessidades da comunidade para então atuar.

Convidam as empresas  da cidade para que possam conhecer e apoiar o trabalho desenvolvido pelo projeto,  para que possam atingir cada vez mais um número maior de crianças que necessitam ser assistidas. ¨Precisamos de mais pessoas para trabalhar conosco.¨ Afirmou o diretor.

Segundo eles, será realizado, esse ano,  a copa de futebol rural para prestigiar os moradores das diversas comunidades e mais 26 projetos que serão iniciados em março. Mesmo contando com algumas parcerias, salientam que precisam de doações para a contratação de profissionais, compra de equipamentos dentre outras necessidades. ¨Precisamos do apoio total da comunidade que abrace os nossos projetos.¨ Destacou Edimilson.

Para isso disponibilizou uma conta para possíveis doações.

AdecoArte

Agência 0563

Conta: 4526 dígito 0

Banco do Brasil.

0 10:58 - 28 de Jan // Fonte: Correio | Cultura e Arte

Estão abertas as inscrições para o Prêmio Sesc de Literatura 2015, nas categorias Contos e Romance. Poderão concorrer escritores brasileiros e estrangeiros, residentes no Brasil.

Para participar, os candidatos deverão ter um livro inédito de romance ou contos para submeter à avaliação das comissões julgadoras compostas por escritores, especialistas em literatura, jornalistas e críticos literários definidos pelo Sesc.

O autor poderá concorrer nas duas categorias desde que tenha obras nunca publicadas. Os vencedores serão anunciados em julho na 13ª edição da Festa Literária de Paraty, a Flip. O Prêmio Sesc de Literatura é um incentivo à produção literária nacional por meio da valorização de novos escritores.

0 08:15 - 26 de Jan // Fonte: Assessoria FUNCEB | Bahia

O interior baiano e seus habitantes vão ganhar as telas de cinema, protagonizados no Festival Cinema no Interior. O projeto, que chega pela primeira vez à Bahia, já rodou sete estados do Nordeste, além de atuar em alguns países do continente americano e contar com a parceria do Festival de Cinema de Contis, na França. Os municípios escolhidos para viver essa experiência audiovisual foram Nazaré, Ruy Barbosa, Lençóis, Andaraí e Mucugê. Moradores dessas cidades, entre estudantes, artistas e demais atores sociais, deram vida a cinco curtas-metragens, atuando, durante semanas, como pesquisadores, roteiristas, produtores e protagonistas de suas próprias histórias. O resultado será lançado no dia 31 de janeiro, às 19 horas, no Cinema Rio Branco, na cidade de Nazaré, Recôncavo Baiano. A entrada é gratuita.

Idealizado pelo cineasta Marcos Carvalho – que dirigiu junto com Wagner Miranda o longa-metragem “Na quadrada das águas perdidas” – e realizado pela Mont Serrat Filmes, o projeto tem por objetivo pesquisar, registrar e difundir as riquezas culturais e históricas interioranas, tendo a própria população local como executora de todo o processo. Oficinas de audiovisual são oferecidas durante a produção dos filmes. Os homenageados desta edição são o crítico de cinema baiano João Carlos Sampaio (in memoriam) e Jô Mazzarolo, diretora de jornalismo da Globo Nordeste.

 O Cinema no Interior na sua etapa Bahia conta com apoio financeiro através do Edital Setorial de Audiovisual da Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB), vinculada à Secretaria de Cultura do Governo do Estado da Bahia (SecultBA), financiado pelo Fundo de Cultura (FCBA) e Secretaria da Fazenda (Sefaz). Tem também apoio do Grão de Luz e Griô, Fundação Marcos Vampeta, iits Telecom, DIMAS, TOCA Comunicação, Fábula Audiovisual e das Prefeituras Municipais de Nazaré, Ruy Barbosa, Lençóis, Andaraí, Ibicoara e Mucugê.

 Relação de filmes produzidos e que serão exibidos no Cinema Rio Branco:

 de NAZARÉ – BA

ESMERALDA, ficção, 20 min, cor

A ameaça de extinção da Feira dos Caxixis faz com que os feirantes, representados pelo jovem Jeremias, busquem ajuda de Esmeralda. Ela arma uma teia de sedução, desmascara o hipócrita e moralista Doutor Holando e, ao mesmo tempo, estabelece uma estranha ligação atemporal com o Recôncavo dos tempos da Inquisição.

0 10:13 - 05 de Jan // Fonte: Metro 1 | Bahia

Acontece amanhã, dia 6 de janeiro, às 10 horas, a transmissão de cargo do Secretário de Cultura do Estado da Bahia. O professor e pesquisador Albino Rubim, que assumiu a pasta entre 2011 e 2014, na gestão Jaques Wagner, entrega o cargo ao educador, poeta e compositor Jorge Portugal, escolhido pelo Governador Rui Costa. O evento, aberto ao público, será no Palácio Rio Branco, na Praça Thomé de Souza.

"Vou ser secretário de um projeto político que continua. Não haverá interrupção das políticas culturais vigentes. Poderemos e deveremos ampliar no que for possível, assim como o secretário Albino Rubim ampliou as políticas desenvolvidas pelo secretário Marcio Meirelles no que pôde. Agora, travaremos uma luta incessante para somar mais recursos ao orçamento da Cultura",

0 10:24 - 30 de Nov // Léo Valente | Bahia

"Melhor do que uma apresentação como essa, só outra apresentação como essa". Essa foi a definição de Clenir Brito, de 60 anos, do show que o cantor Roberto Carlos apresentou na Arena Fonte Nova, em Salvador, na noite deste sábado (29). Aos 77 anos, o artista levou para a "Fonte de Gols", como ficou conhecido o estádio durante a Copa do Mundo, antigos e novos sucessos de uma carreira digna das grandes torcidas. Em 1h40 minutos de espetáculo, o cantor,carinhosamente chamado de Rei, apresentou 18 músicas.

"Emoções". Com essa canção, Roberto Carlos deu boas vindas ao público. Nas primeiras cadeiras, as fãs não resistiram. Aproveitando os primeiros minutos do show , quando a imprensa pôde fazer imagens do palco, alguns fãs se misturaram ao repórteres e tiraram fotografias bem próximas do artista. Para alegria de todos, os seguranças não impediram a ação dos admiradores. Roberto Carlos, do mesmo modo, não se incomodou.

A partir de então, um trilha embalada por antigos sucessos tomou conta do estádio. Em coral, os fãs que lotaram as cadeiras colocadas no gramado, além das arquibancadas, puderam juntos com o cantor fazer coro de músicas como "Eu te amo, te amo, te amo", "Além do Horizonte" e "Ilegal, Imoral ou Engorda".

Para delírio do fãs, às 22h25, Roberto Carlos cantou a canção que despertou um dos momentos mais marcantes do início da apresentação. A animação do público foi tão marcante que nem parecia que, numa só voz, todos cantavam uma música de título tão sutil: "Detalhes". Nesse momento, diversos fãs revelavam a emoção por meio de lágrimas.

A partir de então, o público pôde acompanhar canções apaixonadas como "Desabafo" e "Outra Vez". Em seguida, o público voltou a fazer um grande coro com as canções "Lady Laura" e "Nossa Senhora". Ainda houve espaço para músicas mais animadas, como "O Calhambeque", "Mulher Pequena" e "Negro Gato".

Meio à apresentação, o cantor reservou um tempo para cumprimentar os músicos da banda. "Fazem parte da minha carreira há tanto tempo. Nossa banda tem grandes artistas. Estão entre os melhores do mundo, com certeza", definiu.  Encerradas as honras, Roberto Carlos ainda apresentou músicas famosas como "Proposta", "Esse Cara Sou Eu", "Aquarela do Brasil" e "Como é Grande o Meu Amor por Você".

Para encerrar como chave de ouro, o cantor emocionou os fãs com a música "Jesus Cristo".  Ainda houve espaço para a tradicional distribuição de flores e uma declaração apaixonada: "Eu amo vocês".

0 20:10 - 25 de Nov // Fonte: G1 / Editado | Cultura e Arte

"Jogos Vorazes: A esperança - Parte 1", é claramente um aquecimento para o grande final que só chega aos cinemas em novembro de 2015. Mesmo assim, a divisão do terceiro livro de Suzanne Collins em dois filmes não decepciona. Desta vez, a Katniss Everdeen de Jennifer Lawrence é a figura revolucionária pela qual os fãs tanto esperavam. Assista ao trailer do filme abaixo.

A primeira parte de "A esperança" começa com uma Katniss deprimida, em estado de choque, refugiada no Distrito 13 após a completa destruição do Distrito 12. Sua obsessão é saber se Peeta Mellark (Josh Hutcherson) está vivo. Enquanto a preocupação de Alma Coin (Julianne Moore), presidente do 13, e de Plutarch Heavensbee (Philip Seymour Hoffman) é reunir os sete distritos que estão em greve contra a Capital, tendo Katniss como líder.

Todos vestem uniformes militares e a atmosfera é mais sombria. Afinal, é declarada uma guerra civil em Panem. Revoltada com os ataques comandados pelo presidente Snow (Donald Sutherland), Katniss aceita ser "a face da revolução", simbolizada pelo pássaro tordo, o "mockingjay" do título original, e pede que todos "juntem-se à luta". Na TV da Capital, é revelado que Peeta sobreviveu, mas seu discurso prega o cessar-fogo e, logo, ele é considerado traidor.

0 18:05 - 21 de Nov // Fonte: Metro 1 | Cultura e Arte

Conhecido por ser um dos brancos mais negros da música baiana, Saulo Fernandes não esconde a influência da cultura africana em suas canções e não perde a chance de prestar homenagens. Em comemorações ao Dia da Consciência Negra, Saulo se juntou ao pianista e cantor congolês Ray Lema para lançar a música "Sertanejo". A canção agradece aos africanos, que são a nossa maior inspiração, diz o cantor. Divulgada nesta quinta-feira (20), na página do Facebook de Saulo, a música faz parte de uma ação para o Dia da Consciência Negra, comemorado ontem.

A música foi composta por Saulo e interpretada em dueto com Lema é interpretada em português e em ligala, língua oficial da República do Congo e foi gravada no palco do Teatro Castro Alves (TCA), em Salvador.

Veja:

0 18:21 - 19 de Nov // Fonte: Bahia Notícias | Cultura e Arte

O escritor Fernando Vita lança seu livro "O Avião de Noé", nesta quarta-feira (19), às 18h, na Livraria Saraiva do Salvador Shopping. É o terceiro livro do jornalista e atual conselheiro do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), que também publicou Tirem a doidinha da sala que vai começar a novela, vencedor do Prêmio Braskem Cultura e Arte, em 2006, e Cartas Anônimas, em 2011. O Avião de Noé é uma comédia com histórias de Todavia, uma pequena cidade imaginária do recôncavo baiano, tomada por uma rede de intrigas e fofocas em meio a um exótico inventor que tenta construir, nos fundos do quintal de casa, um helicóptero. Na narrativa, Vita mostra que de Todavia se transforma, em múltiplos aspectos, sem perder, contudo, a sua marca registrada: a de viver sob o signo da fofoca e do leva e traz, onde a privacidade alheia a todos pertence como se bem público fosse.

Capa do livro:

0 08:49 - 19 de Nov // Lindaiara Conceição | Cultura e Arte

O Rotary Clube de Santo Antônio de Jesus está realizando a 4ª feira de flores Holambra no município. A exposição começou na última sexta-feira (14) na Praça Padre Mateus e ficará até o domingo dia 23 de novembro.

Mais uma vez o Rotary Clube estará com a Quinta do Artesanato, profissionais dos diversos seguimentos do artesanato estarão presentes expondo e vendendo vários tipos de artes, a exemplo de tricô, bordados, biscuit, dentre outros. Um dos diferenciais do evento é a parte de encomenda, caso o visitante queira um material que não esteja disponível no momento, ele pode encomendar com um artesão e ter seu produto personalizado.

0 14:02 - 15 de Nov // Lindaiara Conceição | Cultura e Arte

Completando a maior idade em 2014, a 18ª edição do Show e Caminhada da Paz realizado pela Igreja Caminho ao Deus Vivo em Santo Antônio de Jesus reuniu na primeira noite adoradores com suas famílias. A primeira atração foi o cantor Fernadinho com repertório que agitou e colocou o público para adorar. Quem subiu ao palco em seguida foi Marcos Nunes levando o sertanejo universitário gospel que contagiou os presentes também.

A organização do evento está de parabéns, desde a entrada do circuito da festa até a estrutura montada, não deixou a desejar, o público conta com lugar para descanso de gestantes e idosos, segurança privada e pública, destaque para a participação da Polícia Militar e para os brigadistas do Corpo de Bombeiros, uma viatura da SAMU também fica a disposição para possíveis contratempos. A organização apenas pecou com o tratamento dado à imprensa, ponto negativo. 

Mas o que se viu foi um público tranquilo, muitas famílias foram na primeira noite do evento com seus filhos, alguns até de colo, na parte do fundo, muitas pessoas utilizaram o espaço vago para deitar, quase um piquenique noturno.

O evento continua na noite deste sábado com a apresentação da Banda Som e Louvor que promete agitar a todos com um forró bem singular. Quem está procurando um ritmo mais pesado pode esperar pela segunda atração da noite, o cantor PG promete muito rock para quem gosta de adorar ao som de muita guitarra e bateria.

SERVIÇO:

O que: Show e Caminhada da Paz realizado pela Igreja Caminho ao Deus Vivo em Santo Antônio de Jesus

Quando: 15 de novembro (hoje)

Onde: Espaço da LBA

Valor: Gratuito

 

0 13:35 - 15 de Nov // Fonte: Assessoria | Cultura e Arte

 

 

  OS BOXTROLLS (EXIBIÇÃO EM 2D)

SESSÃO: 16:30

ANIMAÇÃO/1h37/Livre

Sinopse

Ovo (Isaac Hempstead-Wright) é um garoto órfão, que desde bebê foi criado nos esgotos da cidade de Ponte Queijo pelos boxtrolls, amáveis criaturas que vivem do lixo deixado por humanos. Como os boxtrolls são caçados impiedosamente por Archibald Snatcher (Ben Kingsley) e sua gangue, eles apenas deixam o subterrâneo à noite e, ainda assim, de vez em quando um deles é capturado. Quando Peixe, o boxtrolls que criou Eggs, é pego, o garoto decide se aventurar pela cidade para resgatá-lo. É quando conhece Winnie (Elle Fanning), uma garota mimada que faz com que perceba que ele é, na verdade, um humano.

O CANDIDATO HONESTO (EXIBIÇÃO EM 35mm)

SESSÕES: 18:20 – 20:40

COMÉDIA/1h50/12 anos

Sinopse

João Ernesto Praxedes (Leandro Hassum) é um político corrupto, candidato à presidência da República. Ele está no segundo turno das eleições, à frente nas pesquisas, quando recebe uma mandinga da avó, fazendo com que ele não possa mais mentir. Agora começa o problema: como vencer uma eleição falando apenas a verdade?

IRMÃ DULCE (EXIBIÇÃO EM 2D)

SESSÕES: 18:30  -  20:30

DRAMA/1h34/10 anos

Sinopse

Cinebiografia de irmã Dulce (Bianca Comparato/Regina Braga), religiosa baiana que dedicou grande parte de sua vida a ajudar os necessitados. Tendo o amor e a caridade como prioridades, ela ignora preconceitos, desconfianças, dogmas e até mesmo sua saúde frágil, sempre colocando-se à disposição do outro. Conhecida como "Anjo Bom da Bahia", ela pode se tornar a primeira santa brasileira.

 

*Matéria publicada originalmente em 13.11.2014* 

0 09:24 - 14 de Nov // Fonte: Bahia Notícias | Cultura e Arte

O Plano Estadual de Cultura, aprovado pela Assembleia Legislativa, foi sancionado pelo governador Jaques Wagner e publicado no Diário Oficial do Estado nesta sexta-feira (14). O texto, em forma de Lei, estabelece objetivos, coordenação e implementação das políticas públicas culturais na Bahia, sob responsabilidade do governo estadual, através da Secretaria Estadual de Cultura, bem como, o monitoramento, as diretrizes e as estratégias, com destaque na participação popular, a universalização do acesso e da produção e a diversidade cultural, além da inclusão da cultura para o desenvolvimento do estado. Confira o texto completo no Diário Oficial.

0 13:55 - 13 de Nov // Lindaiara Conceição | Cultura e Arte

Rodado totalmente em Salvador, a cinebiografia sobre a freira que ficou conhecida mundialmente como o Anjo Bom da Bahia, chegará primeiro às regiões Norte e Nordeste.

Com coprodução da Globo Filmes, Paramount e Telecine e distribuição da Downtown Filmes e Paris Filmes, “Irmã Dulce” entra em cartaz nessas praças nesta quinta-feira 13 de novembro. Acompanhando o lançamento, o Cine Itaguari exibirá o filme em duas sessões: 18:30  e 20:30.

 Dirigido pelo premiado diretor Vicente Amorim (“Um Homem Bom”, “Corações Sujos”, “2000 Nordestes”, “Caminho das Nuvens”), o filme conta com produção de Iafa Britz (“Minha Mãe é uma Peça, “Nosso Lar” e “Se eu fosse você”), da Migdal Filmes.

“Irmã Dulce” mostra a trajetória da freira baiana que tendo como ferramentas a determinação e o amor, construiu uma obra social sem igual no país, com creches, hospitais e centros educacionais.

Veja o trailer: 

A atriz Bianca Comparato vive Dulce na juventude – período em que seu ativismo social e sua luta pelos miseráveis crescem em meio ao preconceito e à desconfiança da sociedade. Já a consagrada Regina Braga vive Irmã Dulce a partir da maturidade, quando, embora já admirada por suas ações, continua a enfrentar resistência à sua forma de atuar, inclusive dentro da própria Igreja.

O elenco conta ainda com Gracindo Junior, Glória Pires, Irene Ravache, Zezé Polessa, Malu Valle, Luiz Carlos Vasconcelos e Fábio Lago.

Com um perfil de uma mulher quase subversiva na sua ação, capaz de quebrar paradigmas pelo seu amor ao próximo, Irmã Dulce lutou contra todo tipo de preconceito. Foi beatificada em 2011 e segue o processo de canonização que pode torná-la a primeira santa brasileira.

Mas, na terra de Todos os Santos, ela cruzou as fronteiras religiosas, sendo respeitada e venerada por toda a população. Suas ações e capacidade de mobilização impactaram gerações, a despeito de credos ou mesmo da falta deles. Em 1988 foi indicada ao Prêmio Nobel da Paz por seu trabalho incansável às populações carentes.

0 14:21 - 10 de Nov // Nadia Santos | Cultura e Arte

A 18ª edição do Show e Caminhada  da Paz em Santo Antônio de Jesus acontecerá   no próximo fim de semana, entre os dias 14 e 16.

Este ano, o evento terá a apresentação dos cantores como: Fernandinho,  Marcos Gomes, banda Som e Louvor, o cantor PG e Talles Roberto. O evento já vem sendo divulgado faz três meses, porém o local só foi definido essa semana, e será no Espaço da união, conhecida LBA.

A União tinha proibido qualquer tipo de evento no espaço, por isso, o local foi liberado apenas para o público, por isso, o palco está sendo montado na parte da rua.

Se o espaço não fosse liberado, o evento seria no Campo do Bota Fogo, próximo ao cemitério.

O Show e Caminhada da Paz é considerado o maior evento gospel da Bahia. 




Colunistas


Classificados